Você sente?

Esse aperto no peito?

Esse sentimento de falha que não vai embora?

Você sente essa vontade insana e quase imparável de fugir? Sumir e nunca mais voltar. Nem olhar pra trás.

Você sente esse frio que vai do umbigo a nuca? Que arrepia e que deixa tonto. Que dá vertigem e te faz enjoar.

Você sente?

Sente medo? Sente ódio? Porra, você sente alguma coisa?

Você ainda tá aí? Tem alguma coisa aí dentro?

Falta de ar, você sente?

Essa pressão no peito, a respiração faltando, os olhos arregalados e mirando em todas as direções.

Sente isso? Esse vazio incompreensível, que é sempre ignorado. Que deixamos de lado pra buscar todo o resto e que ao mesmo tempo e inconscientemente tentamos preencher com todo o tipo de coisa.

Com bebidas e com sexo. Com tv e música. Com trabalho e dinheiro. Dança e festa. Silêncio e paz. Socos, tiros, carinhos, comprimidos, dor. Com Coca-Cola e Cocaína, com balas de goma e LSD.

Você sente?

Esse peso nos ombros que te empurram pra baixo e te curvam, cada dia mais, cava vez mais forte, te dando a impressão de estar carregando o mundo nos ombros?

Você sente ou já parou de sentir?