Matemática para não matemáticos, first try

Fiz um post retratando minhas considerações pessoais sobre o que seria 'ser bom em X'. Usei o exemplo de Cálculo e sim, é um exemplo real. Longe da Universidade, onde eu poderia conversar sobre Cálculo? E foi então que comecei a prestar atenção na Comunidade de Matemática de São Paulo. E passei a compará-la com a Comunidade de Software, que é a que eu mais conheço.

A Comunidade de software era um tanto fechada há uns anos atrás. E ela vem fazendo algo que acho lindo: Vem se abrindo para não desenvolvedores. Inspirados em temas como 'inclusão digital', hoje é possível achar alguns eventos de programação para crianças, workshops para iniciação em desenvolvimento de software, etc. A Comunidade vem abrindo espaço para 'não membros' — pessoas sem nenhum envolvimento acadêmico na área. ❤

E senti falta desse espaço na área de matemática. Ocorreu-me aquela **DESAGRADÁVEL** situação (que você acha que só ocorre em filmes) — fui tentar iniciar contato com um acadêmico para sugerir uma expansão da matemática para não matemáticos e a pessoa me responde: "Você tem PhD em que? Ah, em nada? Flw". Poxa. **NEM TODO MUNDO É ASSIM**, mas isso foi um tapa na minha cara. Passou, passou; gente esnobe tem em todos os cantos. E continuei minha busca.

Como me envolvo com a Sociedade Brasileira de Matemática? Precisa ir em congressos. Mas só entra graduando. Ô povo fechado! 'Ceis' não são integral cíclica pra serem fechados assim, ó! ;)

Se tem algum matemático lendo esse post, não leve como um xingamento — por favor, leve como uma dica pra se abrirem mais. Não estou falando que a Comunidade de software é superior, nem nada disso! (já vou me justificando para não haver duplas interpretações). Só estou passando a impressão que alguém 'de fora' tem de vocês — os senhorxs são fechados demais! Vamos nos aproximar! "Ah, mas a SBM tem cunho acadêmico". A Sociedade Brasileira de Computação também. Por isso a gente organiza meetups/eventos/conferências fora dela. O importante é levar computação para não computeiros. Por que não leva ra matemática para não matemáticos?

E custe o que me custar, vou levar Matemática para não matemáticos. Eu acho Matemática linda, mesmo depois de várias DPs em Cálculo. Os outros podem achar também. E dei meu primeiro passo: http://www.meetup.com/SP-Math-Physics-Science-Meetup/events/221265829/

Eu não sou a melhor pessoa para sustentar esse meetup, até porque um meetup não é feito só de um membro. Mas eu tenho admiração pelo tema. E acredito que outros também tenham, sendo bacharéis ou não em matemática. Tendo tomado DP ou não em Cálculo. E certamente há curiosos por matemática alheia espalhados pelo mundo, que só estão esperando um meetup bacana surgir para discutirem conjecturas de números primos.

Queria que esse post chegasse aos olhos de muitas pessoas distintas — desenvolvedores de software, matemáticos, físicos, psicólogos, professores, admiradores de números, frustrados com matemática que estejam abertos a dar-lhe uma segunda chance. Queria um meetup heterogêneo nas pessoas e com um objetivo em comum — trocar ideias sobre Matemática.

Posso estar sendo ambiciosa nesse desejo. Pode ser que eu falhe miseravelmente no meetup. Mas vou continuar tentando levar minhas admirações e frustrações pelo tema adiante. Topa levar também? ☺

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.