Eu preciso me despedir.

E isso talvez não seja bem uma despedida. 
Preciso dizer que ainda te amo, 
Mas não me lembro mais de como me sentia.

Nossas relações se estreitaram, entortaram, se misturaram
Criando névoa, desespero, dor e melancolia
Já não sei mais o que fazer com esse misto de sentimento
E o fluxo contínuo eterno de mudanças me diz
que não posso mantê-lo em mim.

Me parece um tormento
Te abandonar assim…

Eu me despeço de você ou me despeço de mim?

Like what you read? Give Cíntia Xavier a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.