Como uma dor nas costas mudou a minha vida (e pode mudar a sua) — Artigo 3

Nos dois primeiros artigos desta série (leia aqui o Artigo 1 e o Artigo 2), você acompanhou uma parte da experiência do Luiz* com uma súbita crise de dor nas costas seguida de complicações intestinais. Você também viu que ele procurou atendimento médico sem sucesso, até recorrer a um profissional amigo da família. Continue lendo:

O gastroenterologista me disse o seguinte ao telefone:

“Considerando o seu histórico, eu vou ter que pedir uma colonoscopia, e a seguir nós faremos uma consulta de retorno. O que posso fazer em função da sua urgência é criar um horário de encaixe na segunda-feira, para que você tenha tempo de fazer o preparo. Assim ganhamos tempo e vemos todo o quadro na consulta de retorno” — Dr. G., Gastroenterologista

Coincidentemente eu estava trabalhando próximo à clínica em que o Dr. G. atende e passei lá pessoalmente para agendar o procedimento. Ficou marcado para segunda no fim da tarde.

O que é uma (vídeo)colonoscopia?

É um exame feito com anestesia geral (enquanto você dorme), no qual um tubo flexível com uma microcâmera é inserido pelo ânus (isso mesmo :-P ). Para que seja possível ver o intestino é necessário fazer um longo preparo com laxantes e jejum, pois o intestino precisa estar vazio.

Veja um vídeo com mais detalhes clicando aqui.

O preparo para o exame

Recebi as orientações de preparo para o exame e comecei a segui-las 36 horas antes da segunda-feira. Dentre os procedimentos estava incluída a ingestão de laxantes e realização de jejuns e dietas específicas. Este é o guia de preparo que recebi do médico:

Instruções de preparo para videocolonoscopia

No fim das contas esta parte não foi tão difícil quanto eu imaginei. Ingeri muito líquido e acabei não sentindo tanta fome.

Por outro lado, muita coisa passou pela minha cabeça. Uma pessoa da minha família de quem eu gostava muito havia falecido de câncer no intestino quando adolescente. Eu também já tinha ouvido outros relatos… e todos eram ruins…

Mas na verdade eu torcia para que o exame encontrasse algo, pois do contrário eu continuaria sem saber o que eu tinha, o que para mim é o pior dos cenários. Afinal, quanto mais cedo você sabe o que você tem, antes começa a tratar.

Em geral procuro não antecipar as coisas na vida e só me preocupar de verdade quando as coisas se definem, então me concentrei em outras coisas durante o fim de semana. Eu estava aliviado por estar com um processo iniciado.


Você continuará lendo sobre a experiência do Luiz* amanhã, aqui no blog da Healfies. Assim você saberá qual foi o resultado da colonoscopia e o que veio a seguir.

Fique com a gente!

Acesse também o Facebook da Healfies e siga-nos no Twitter.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.