Eu não consigo rir de piadas sobre suicidas

Não, eu não consigo rir de piadas sobre suicidas
Daqueles que flertam com a morte para se sentirem aliviados
Dos que tem suas dores consideradas:
Dores inexistentes e loucuras para a sociedade ignorante 
Patologias lucrativas para indústria das tarjas pretas
Apenas um fenômeno social para os com razão sem coração

Por que a falta de empatia por aqueles que escolheram morrer?
Por que considerar egoísmo ao invés de tentar a eles entender?
Parece sempre mais fácil rir de forma a ridicularizar
Rir para inferiorizar, rir para diminuir, para reduzir
Até que eles sejam menores que um quantum.

Eu não consigo rir de piada de suicidas
Porque o riso não foi compartilhado antes dele tentar partir.

E para aqueles que riem, desejo a permanência da boa saúde mental
Se ela não estiver boa, peço pelo destruição da máscara hipócrita
Dói ser diferente, eu sei, a vida não é fácil para os fora da norma
Mas fere outrem rir do assumido distinto para se sentir integrado

A verdade é que você nunca será, todos usam máscaras
E aqueles que não usam tem seus rostos feridos por unhas ferozes
Das feras que comandam este mundo de crueldades