Me perdoe

Eu não caibo em uma caixa

Nem na sua mão.

Não posso ser dirigido

Mão e contra mão

Sou tudo que sempre fui

Sou o que pode ser.

Seu espaço está aberto

Você é livre pra dançar. 
Mas, se cansar, não tenta

Não venha me parar. 
Se você me moldar eu morro

Minha qualidade é mutável
Na verdade eu sou sem forma.

Sou a forma que você desejar.
Não me direcione
Eu vou onde preciso ir.
Preencho todo seu espaço
e quando chega a hora, tenho que partir.

Não julgue o caminho que tomei
Eu não escolho de antemão

Só preciso de uma abertura em um coração

Se eu fui muito longe, talvez você não saiba lidar
Eu só espero então, que me perdoe por só conseguir amar.

Espero que não sinta dor

Pois tudo o que eu sou e posso ser

é Amor.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.