rotinas robotizadas

amanheceu. as máquinas do mundo já estão trabalhando. pessoas já estão trabalhando.
alunos preparados para mais um dia “útil” na escola, uniformes, fileiras, lápis, caneta, cada carteira para qual aluno, muita informação, pouco conhecimento. mundo robotizado e esses robôs são pessoas — infelizmente.

pessoas vivendo pelo valor final, por dinheiro, pelo individualismo.
a terrível máquina chamada capitalismo trouxe aos humanos, frustrações diárias, ansiedade, depressão, hierarquias, individualismo, o consumismo e isso acaba de fato afetando a preparação escolar na escola, a escola mata a criatividade, se resume em números, notas, conhecimentos que levam até o esquecimento, levando do primário até a vida acadêmica milhares de conhecimentos jogados apenas na nossa cabeça sem ao menos explicar o controle do Eu psíquico, da maneira de retrair tais informações para que assim possam acrescentar em algo tanto para o nosso conhecimento quanto para a maneira de conviver no mundo de forma empática, não levando-se para o individualismo.

nascer>estudar>trabalhar>morrer, vivemos assim, morremos assim, sem ao menos questionar se é isso mesmo que queremos. pensamos tanto no futuro que esquecemos do presente.

sonhos vão pelo ralo.

a sociedade está perdida e nem ao menos sabe isso, está preocupada com a grande máquina de frustrados — a rotina de robotizados!