Minha alma é gay

Papo sério: o que tá faltando pro apocalipse gay ser a nova ordem mundial?

A galera reclamou o quanto quis mas verdade seja dita CAIU O MURO DE BERLIM DOS HT

Atualmente, num tem coisa mais triste do que um ambiente 100% hetero e quando eu digo isso nem tô falando de sexualidade.

Gay e hetero pra mim viraram lances meio espirituais.

Por dentro, acho que estamos cada vez mais confortáveis em ser gay, TANTO que coisas heteros demais dão uma coceira incômoda na alma.

Não importa se meu corpo curte ou não roçar no sexo oposto, meu coração se recusa a sentir tesão num sapatênis.

Sei lá... ser hetero, a meu ver, virou sinônimo de objetificar. 
Não tenho mais o que é preciso dentro de mim pra me considerar hetero.

Lembra quando você começou a sair pras baladas top e rolava aquele medo inconsciente de fracassar? 
Esse sentimento pra mim é bem hetero, porque nasce quando a gente não se aceita.

Na minha pira tô excluindo as pessoas, tô falando de substância, muitas vezes esbarrei também no gay com alma de hetero, cheio de preconceitos consigo ou com os outros.

É foda porque o Apocalipse gay expandiu várias barreiras nos últimos 10 anos, mas ainda precisa fingir que não chegou pra ficar, porque ainda marginalizamos nosso próprio gozo.

Vamos assumir o marco gay de uma vez por todas, não dá mais pra viver numa sociedade que celebra mais a formalidade do que a diversidade.

A gente quer usar glitter 24 horas por dia sim e se achar pouco, coloca na farofa.

Desculpe quem tem orgulho de ser hetero, mas ter a alma gay é essencial pra não pirar nesse mundo.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Hell Ravani’s story.