Precisamos falar sobre micos e pombos

É normal ver nas ruas do Rio, dependendo do bairro, uns micos transitando nas árvores ou postes. Muitas vezes, antes de avistar o mico eu ouço a reação pré-mico, que é alguém pirando por conta do mico, AAAAAAAAAA OLHA ALI QUE LINDO.

Mesmo onde dá pra ver mico todo dia, as pessoas ficam comovidas com a presença do animal, forçando a barra pra ser amigas dos micos, e todo mundo já sabe onde isso tá levando o Latino, né?

eita

Isso tudo me faz pensar nos pombos, não damos a eles a mesma atenção destinada aos macacos, e porquê? Pombos são mais feios que macacos? Não. Mesmo se fossem, vivemos na era dos galãs feios. Qual foi?
Pombos inclusive já mataram fome de muita gente durante algumas guerras e antes do whatsapp, eles eram responsáveis por boa parte da comunicação.

Alguns vão argumentar que pombos são ratos com asas, mas eles não são, aliás isso seria meio assustador — se ratos tivessem asas. 
Pombos são pombos, eles não passam o dia no esgoto, eles não se escondem.

Talvez nossa reação é inconsciente, a gente curte o macaco, porque ele nos lembra da escolha de ser um bicho sociável, mas não um bicho. A liberdade que abdicamos diariamente ao preferir ter um salário, uma casa, um emprego.

Quando olhamos um macaco da janela do escritório, correndo ali livremente entre os fios de eletricidade, trocamos de lugar com ele, afinal, é ele que veio nos visitar na jaula de nosso zoológico humano. É reconfortante pra nós por alguns míseros segundos, quando compartilhamos aquela faísca de vida perdida em 98% de semelhança genética, mas logo seguimos com nossa existência, porque no fundo não queremos mesmo nos pendurar em árvores e ter a vida loka dos macacos, a não ser que esse macaco seja o Twelves.

Já os pombos, não respeitamos as escolhas deles, afinal, eles tem asas, poderiam voar, poderiam ter os céus, mas escolhem viver no chão. Loucura! 
Talvez quando olhamos um pombo, vemos uma feijoada de erros e conselhos não seguidos que teriam servido.

Resumindo, seja um pouco mais como o Mike Tyson e dê a chance de um pombo de tocar.

gruuuuuuuuuuu gruuuuuuuuuuuuuuuuuuuu gruuu
curtindo a vida apombado
pela cara do pombo esse recado tinha uma grande responsa
NO PRU NO GAIN
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.