Eu me deparei agora com uma serie de prints de gays cis metendo o loco em cima de minas lésbicas. [esse aqui http://bit.ly/2tPmBCG]

Os cara tavam xingando as gurias de tudo quanto é nome e acusando elas de quererem "se apropriar da parada gay", "que é fruto da luta secular de gays", "e foi feita pelo movimento gay pra lutar só pelos gays". E se os incompetentes LBTs quiserem que a parada gay passe a se chamar Parada LGBT, que sofram primeiro o que só nós, gays cis, sofremos e depois tomem vergonha na cara e se auto-organizem, como nós gays cis fizemos.

E ai no meio do festival de misoginia que soltaram ali, eu nao sabia mais se me escondia de vergonha, se chorava de tristeza ou gargalhava de tamanha aula de burrice e desinformação.

E falo isso porque o movimento gay (cis) tem se tornado um coisa tão absurda, que passou a achar que pode reescrever a história pra justificar sua própria podridão machista, misógina, racista e transfóbica.

O tal movimento de vocês não começou nada. Existe um motivo específico pra existirem manifestações juninas ao redor do mundo em prol da população LGBT, e esse motivo se chama Stonewall.

A Revolta de Stonewall, nos EUA em Junho de 1969, é considerada mundialmente como marco do início do Movimento LGBT por ter sido estopim de uma serie de manifestações que gritavam pelo direito a vida e à dignidade civil da nossa população.

E essa onda de manifestações, que nos anos seguintes continuariam a existir e a se profilerar, ate se tornar o que vemos hoje, começou com um grupo de pessoas trans, lésbicas, bissexuais, gays afeminados, drag queens - uma galera majoritariamente nao-branca, pobre e muitas vezes ate sem teto.

Pra ser mais específico, quem puxou a briga contra a polícia e o Estado, no Stonewall Inn, foi Marsha P. Johnson, uma mulher trans, negra e pobre que pouco tempo depois foi morta por lutar por nós. Não foi nenhum misogino cis branco, como ate o cinema já tentou nos empurrar nos ultimos anos e papagaiada do Facebook ecoa em desespero.

Esse movimento começou com aquelas que são tudo que vocês não são mas adoram pisotear. E a Parada "Gay" de Sao Paulo, criada pela APOLGBT em 1997, oficialmente se chama Parada do Orgulho LGBT desde 1999, e é fruto direto do que Marsha começou. Porque ela não é de vocês, ela é sobre todos nós desde sua idealização.

Entao se tem alguem aqui que ta querendo, e vem fazendo isso ha décadas, apagar a história, "se apropriar de algo" e usar isso como desculpa pra própria ignorância, esse alguém é você, gay, que se educa por meme de Facebook e grita sem perceber um monte de mentira sobre o próprio movimento.

LGBTs começaram a nossa luta. Aliás, mulheres trans, mulheres lesbicas, gente negra, pobre e sem teto começaram essa luta. Não vocês. Nao a cara branquinha e higienizada disso ai que chamam de Movimento Gay.

Entao cala a boca e, se quer discutir, primeiro vai estudar, gata.