Quatro parágrafos após Louise

Buscar esperança. Ser otimista. Fazer o bem. Compartilhar o bem e ser grata.

A gente vai buscando em pequenas coisas entrar para o hall de ~ melhores pessoas ~ e não deixar que notícias como a de Louise acabem com tudo que já fizemos. Era pra ser simples, talvez seja e é tão melhor ficar bem, espalhar coisa boa.

Para morrer basta estar vivo, mas o que é morrer de graça? Como ouvir um assassino falar tão friamente seu passo a passo e ainda um “agora eu penso que eu estou aqui”, sem ter ânsia ou sentir um grito na garganta?

Sei lá, me sinto triste. Me sinto porque não sou ou estou sozinha no mundo e meu amor pela vida não me permite tapar o sol com a peneira enquanto tantas mulheres perdem suas vidas. ;/