Minha Sense8 Está Viva!!!

Depois de quase dois anos, filmagens no mundo inteiro e mudanças de ator a série comandada pelas irmãs Wachowski volta para a sua segunda temporada, com um desenvolvimento maior de seu plot e um pouco de explicação, o que é bom já que seus fãs estavam completamente perdidos. Este texto pode conter SPOILERS.

Começamos esta análise por Nomi (Jamie Clayton). A garota continua escondida das autoridades por motivos que eu sinceramente não me recordo (dois anos né gente?). Enquanto isso em seu exílio, ela auxilia Will e Riley na missão de descobrir a identidade de Susurros e maiores informações sobre a organização que o vilão trabalha. Nesta busca por conhecimento, a sensete (e por conseqüência todos os outros) entram em uma jornada onde os ecos do passado de Angelica (Darryl Hannah) são revelados e os reais riscos de ser um sensete são percebidos. Em uma conversa com uma amiga, chegamos a conclusão que os personagens da série durante sua primeira temporada não tinham muita noção dos perigos que os aguardam. Agora nesta continuação da história vemos que a ficha caiu de uma maneira bastante pesada, como foi representada com o sequestro do Wolfgang (Max Riemelt) no final da temporada. É importante perceber um crescimento na personagem da Amanita ( Freema Agyeman) que nos mostrou que é uma mulher bastante corajosa e que não leva nem desaforo e nem policial perseguidor para casa.

Como na primeira temporada, as questões sobre LGBTfobia são tratadas e é bastante bonito ver o crescimento de Lito (Miguel Ángel Silvestre) de um alguém trancafiado no armário para um quase militante. Fiquei bastante tocado com todas as cenas (incluindo a que ilustra este texto) onde rapazes gays manifestam gestos de agradecimento ao ator em seu ato de se abrir em relação a sua sexualidade. Tocante pois Lito estava lidando com seus próprios demônios, sentindo que havia perdido o apoio de seus fãs e consequentemente sua carreira. Nestas cenas vemos que o personagem perdeu sim sua antiga carreira como um galã, porém um outro caminho foi aberto. A aceitação da comunidade LGBT o fez perceber que ele não está sozinho. E a união entre Nomi e sua irmã e o momento, o primeiro, onde seu pai a chama de filha são de arrancar lágrimas dos olhos.

Outro personagem que também teve um grande crescimento nesta temporada foi Capheus, agora vivido pelo Toby Onwumere. Penso eu que este crescimento é completamente ligado a essa mudança de ator. Van Dumme volta mais sexualizado e até ganha um interesse amoroso. Lembrando que na primeira orgia sensete o personagem não participou, o que me faz pensar que Aml Ameen (o antigo Capheus) teve suas restrições em relação cenas mais picantes. Capheus agora percebe que tem voz em sua comunidade, o que culmina em sua entrada para a vida política. Aqui, mais uma vez temos a questão da representatividade em evidência. Capheus, como Lito, encontra seu lugar no mundo e este lugar é o da liderança.

A sororidade entre as mulheres do presídio onde Sun está também volta e a personagem está mais bad ass que nunca. Temos aqui uma sociedade pautada na visão masculina e onde as mulheres se vêem numa situação onde devem agir por sua própria conta já que a justiça não as protege (qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência).

Com os contatos com sensetes de outros grupos finalmente tivemos uma fração de entendimento da dimensão e dos riscos deste universo, pois Sussuros e a organização estão aí e eles são extremamente poderosos. Logo, a melhor maneira de sobreviver é cooperar, ou seja: muitas vezes trair e entregar outros sensetes. Wolfgang aprendeu esta lição da pior maneira possível. Jonas escolheu seu lado e não é a de nossos heróis. Fomos deixados com nossos sensetes unidos fisicamente e em sua missão de resgatar o alemão, além de múltiplas perguntas a serem respondidas.

Se for confirmada, a terceira temporada tem previsão de iniciar suas gravações no ano que vem (sim) e ser lançada em 2019. Além da complexidade das filmagens temos a questão de Lana Wachowski estar comandando a série praticamente sozinha já que a outra metade da dupla ainda está em sua transição de resignificação de sexo. Por estes fatores existe a possibilidade da terceira ser a última temporada da série. Eu que vos escrevo realmente espero que não, pois existem várias dúvidas que ainda tenho (imagino que isso seja geral) e não quero me despedir desses personagens tão incríveis. Até lá, vamos treinando nossos vocais com What’s Up e rezar para que não seja o fim.

Like what you read? Give Max Freitas a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.