18 comportamentos das pessoas emocionalmente inteligentes

Tradução/adapação livre do artigo ‘18 Behaviors of Emotionally Inteligent People’, publicado em Abril/2015 na revista Time, por Travis Bradberry

Quando a inteligência emocional (QE) surgiu como assunto às massas, serviu como o elo perdido de um pensamento peculiar: pessoas com QI medianos superam pessoas com QI alto 70% das vezes. Essa anomalia trouxe uma grande tarefa na premissa, até então amplamente defendida, de que o QI era a única fonte do sucesso.

Décadas de pesquisas agora apontam a inteligência emocional como decisora em termos de performance. A conexão é tão verdadeira que 90% das pessoas mais bem sucedidas têm alto quociente emocional.

Inteligência emocional é aquela coisa em cada um de nós que é um pouco intangível. Mas ela afeta como lidamos com comportamento, passamos por questões e complexidades sociais, além de nfluenciar nossas decisões pessoais para atingir resultados positivos.

Apesar da importância do QE, sua natureza intangível o torna algo de difícil mensuração e de saber o que fazer para melhorá-lo, se for o caso. Você pode sempre conseguir um exame cientificamente válido, tais como o que vem no livre Emotional Intelligence 2.0. Mas infelizmente, a maioria deles não é gratuito. Então, analisei os dados de mais de um milhão de pessoas testadas por TalentSmart, com o intuito de identificar os comportamentos que são chave em uma pessoa de QE alto. Portanto, o que segue abaixo são, certamente, sinais de que você tem um alto quociente emocional.

VOCÊ TEM UM BOM VOCABULÁRIO EMOCIONAL

Todas as pessoas experimentam emoções na vida, mas apenas algumas poucas conseguem identificá-las precisamente quando elas aparecem. Nossa pesquisa mostra que apenas 36% das pessoas têm esta capacidade, o que é problemático porque emoções sem nome costumam ser mal interpretadas, o que leva a decisões irracionais e ações contraproducente.

Pessoas com alto QE “comandam suas emoções” porque eles as entendem, além de serem capazes de lançar mão de um extenso vocabulário de sentimentos. Enquanto muitas pessoas costumam descrever-se simplesmente como “se sentindo mal”, pessoas emocionalmente inteligentes conseguem identificar quando elas se sentem “irritadas”, “frustradas”, “humilhado/oprimido” ou “ansioso”. Quanto mais específica é a escolha da palavra, melhor é a percepção do que se está sentindo, o que causou isso e que deve ser feito quanto a isso.

VOCÊ É ‘CURIOSO’ QUANTO ÀS PESSOAS

Não importa se são introvertidas ou extrovertidas, pessoas com alto QE são ‘curiosas’ sobre todos a sua volta. Essa ‘curiosidade’ é um produto da empatia (facilidade de colocar-se no lugar do outro), que é um dos mais significativos portais para a inteligência emocional.
Quanto mais você se importa com o outro e pelo que ele está passando, mais ‘curiosidade’ você terá sobre ele.

VOCÊ CONHECE SEUS PONTOS FORTES E FRACOS

Mas não basta entender as emoções. É preciso saber em que se é bom e em que se é péssimo. Pessoas com alto QE também sabe quem puxa os seus gatilhos e o ambiente (situações e pessoas) que os capacitam ao sucesso. Ter um QE alto significa que você conhece suas fortalezas — e como se apoiar nelas e usá-las a seu favor — e suas fraquezas, para não permitir que elas te segurem.

VOCÊ LÊ BEM O CARÁTER DAS PESSOAS

Muito da inteligência emocional resume-se a sensibilidade e consciência social. A habilidade de “ler” as pessoas, saber suas intenções e entender o que elas estão passando. Com o tempo, essa capacidade te torna um leitor de caráter excepcional. Pessoas não são um mistério para você. Você as percebe rapidamente, além de captar suas reais motivações; até mesmo aquelas que se escondem sob a superfície.

É DIFÍCIL TE OFENDER

Se você tem uma percepção certeira sobre quem e o que você é, é missão impossível para alguém que queira dizer ou falar algo que mexa com os seus brios. Pessoas emocionalmente inteligentes são confiantes, cabeça aberta, o que estabelece uma boa carapaça. Você consegue até mesmo fazer graça de ti mesmo ou deixar pessoas fazerem piadas sobre você, porque você consegue, mentalmente, desenhar uma linha que separe o humor da degradação gratuita e do abuso.

VOCÊ SABE DIZER NÃO (para você e para os outros)

Inteligência emocional significa saber como exercer auto-controle. Você não espera por reconhecimento e gratificações e evita ações impulsivas.
Uma pesquisa conduzida pela Universidade da California, em São Francisco, mostrou que quão mais difícil seja dizer não, mais propenso se estará a experimentar estresse, esgotamento e até depressão. Dizer não é o maior desafio, em termos de auto-controle. Mas “não” é uma palavra poderosa, a qual você não deveria temer usar.

VOCÊ DEIXA OS ERROS NO PASSADO

Pessoas com alto QE de distanciam de seus erros, mas não os esquecem. Mantê-los a uma distância segura, elas podem se adaptar e se ajustar para o sucesso futuro. Mas é preciso uma auto-consciência refinada para saber andar no limiar entre o “permanecer” e o “apenas se lembrar de”. Permanecer por muito tempo em seus erros fará de você uma pessoa ansiosa e que teme confrontos, enquanto que esquecer-se completamente fará você acabar por repetir os mesmos erros.
A chave para o equilíbrio está na habilidade de transformar falhas em degraus de avanço e melhorias. Isso cria a tendência e a habilidade de se levantar logo após um tombo.

VOCÊ FAZ E NÃO ESPERA NADA EM TROCA

Quando alguém dá algo a você espontaneamente, sem esperar nada em troca, isso cria uma forte impressão/percepção. Por exemplo: você pode acabar tendo um papo interessante com alguém sobre um livro. Quando você o vir novamente, um mês depois, você aparece com o livro em mãos. Pessoas emocionalmente inteligentes estabelecem relacionamentos fortes porque estão constantemente pensando também no outro.

VOCÊ NÃO GUARDA RANCOR

As emoções negativas que surgem com o ‘guardar rancor’ são, na verdade, uma reação de estresse. Só de pensar e relembrar os fatos, coloca seu corpo e sua mente numa situação de “lutar ou fugir”; um mecanismo de sobrevivência que te força ficar e lutar ou fugir para as montanhas, ao encarar uma ameaça. E quando ela é iminente, essa reação é essencial para a sua sobrevivência, mas quando a ameaça é antiga, pode causar estragos a seu corpo, além de poder gerar consequências devastadoras, em termos de saúde.
De fato, pesquisas da Universidade de Emory mostram que manter-se sob estresse contribui para pressão alta e doenças cardíacas. E guardar rancor significa manter-se em uma situação de estresse constante… e pessoas emocionalmente inteligentes sabem evitar isso a tudo custo. Livrar-se de um rancor não apenas te faz se sentir melhor de imediato, como também pode beneficiar sua saúde.

VOCÊ NEUTRALIZA PESSOAS TÓXICAS

Lidar com pessoas difíceis é frustrante e exaustivo, na maioria das vezes. Mas indivíduos de QE alto administam suas interações com esse tipo de gente por meio do controle que exercem sobre suas próprias emoções.
Quando elas precisam confrontar uma pessoa tóxica, elas lançam mão de um approach mais racional. Elas identificam suas emoções e não permitem que frustração e raiva se tornem combustíveis do caos. Elas também consideram o ponto de vista dessas pessoas para se sentirem capazes de encontrar soluções e chegar a um possível entendimento.
Até mesmo quando as coisas estão completamente fora dos trilhos, os emocionalmente inteligentes são capazes de ser cuidadosos e estratégicos ao lidar com esse tipo de gente, para que elas não consigam desequilibrá-los nem desestabilizá-los.

VOCÊ NÃO TEM OBSESSÃO POR PERFEIÇÃO

Não estabelecer a perfeição como alvo é um sinal de inteligência emocional. Porque é sabido que a perfeição não existe! Seres humanos, em sua natureza, é falível. Quando a perfeição se torna seu objetivo, você fica com uma insistente sensação de falha que o faz querer desistir e poupar esforços.
Você acaba gastando tempo se lamentando sobre oque você não conseguiu fazer ou que deveria ter feito diferente em vez de seguir em frente, animado com o que você já conseguiu conquistar e o que conquistará no futuro.

VOCÊ APRECIA O QUE TEM

Contemplar aquilo pelo que você é grato não é apenas a coisa certa a se fazer. Isso sempre melhora o seu humor por meio da redução do hormônio do estresse, o Cortisol (em alguns casos, em até 23%). Pesquisa feita pela Universidade da California, em Davis, apontou que pessoas que trabalhar para, diariamente, cultivar uma atitude de gratidão melhora o humor, a energia e bem estar físico.

VOCÊ SE DESCONECTA

Tirar um tempo para si ajuda a manter o estresse sob controle e viver o agora. Quando você se torna disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, você se expõe a uma constante série de agressões não exatamente necessárias. Forçar-se a momentos desconectados do trabalho e até mesmo — glup! — desligando o seu telefone dá ao seu corpo e mente uma pausa saudável.
Estudos mostraram que algo tão simples quanto uma pausa no “responder a emails” é capaz de abaixar os níveis de estresse. A tecnologia nos permite comunicação constante, além da falsa expetativa de que você deve estar disponível 24/7.
É extretamente difícil desfrutar um momento livre de estresse fora do trabalho quando um email, com o poder de trazer seus pensamentos de volta ao trabalho, pode surgir em seu telefone a qualquer momento.

VOCÊ LIMITA SUA INGESTÃO DE CAFEÍNA

Beber quantidades excessivas de cafeína ativa a liberação de adrenalina, o que é a primeira fonte do senso de “lutar ou fugir”. E esse mecanismo escamoteia o pensamento racional em favor de uma resposta imediata, para assegurar o‘instinto de sobrevivência’. E isso é ótimo quando há uma onça te perseguindo na mata, mas nem tão bom assim quando você está executando o simples ato de responder a uma mensagem.
Quando a cafeína coloca seu corpo e mente em um estado de estresse exagerado, suas emoções ultrapassam e se sobrepõem ao comportamento.

VOCÊ DORME O SUFICIENTE

É difícil sobrestimar a importância do sono para a sua inteligência emocional. Quando você dorme, seus cérebro literalmente se recarrega, passando pelas memórias e informações recebidas ao longo do dia e guardando ou descartando-as (o que, geralmente, causa os sonhos), de modo a acordar alerta e com a cabeça pronta para mais um dia.

VOCÊ CORTA PENSAMENTOS NEGATIVOS ANTES MESMO DE ELES CHEGAREM

Quanto mais você rumina pensamentos negativos, mais poderosos você os torna. A maioria dos nossos pensamentos negativos são apenas hipoteses e não fatos. Quando você sente que algo sempre ou nunca acontece, isso é apenas a tendência natural do seu cérebro de detectar ameaças e riscos (inflacionando a frequência e a severidade dos eventos possíveis). Pessoas com QE elevadoseparam pensamentos de fatos, com o objetivo de sair fora do ciclo de negatividade e seguir adiante.

VOCÊ NÃO PERMITE QUE ALGUÉM LIMITE A SUA ALEGRIA

Quanto o seu senso de prazer e satisfação é direcionado pela opinião dos outros, você não está mais no comando da sua própria felicidade. Quando pessoas emocionalmente inteligentes sentem-se bem sobre algo que fizeram, não deixaram que ninguém os roubem isso.
Enquanto for impossível desligar suas reações ao que os outros pensam, você pode ao menos não se comparar aos outros… e sempre levar, com certa ressalta, a opinião alheia em consideração. Desta forma, não importa o que as pessoas pensem ou façam, seu amor-próprio virá de dentro.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.