Essa é a história de uma caixa


Uma descoberta: o mundo é formado por caixas. Elas são criadas o tempo inteiro. As vezes até involuntariamente. Além disso, você pode se surpreender ao descobrir que dentro de uma caixa você pode encontrar várias outras. Agora aqui vai outro fato: não há controle sobre elas.


Essa é a história de uma pequena caixa. Vivia com outras várias caixas, todas muito semelhantes. Algumas maiores que elas. Outras bem menores. Viviam dentro da Realidade. Nada mal.

Um dia essa caixa decidiu sair de Realidade. (O termo “Um dia” denota que muito esforço anteriormente foi necessário). Era difícil fazer isso, afinal estava segura em seu lugar, porém naquele momento parecia necessário.

Como era de se esperar, essa pequena caixa foi duramente questionada. Perguntaram sempre o motivo. Ela não sabia explicar. Só sabia que queria sair.

Até que, antes de sair encontrou uma caixa intitulada Caixa Sábia. Ela lhe concedeu a saída, mas avisou que logo ela deveria voltar para Realidade.

Mesmo indecisa, ela foi para Sonho. A partir daí se tornou a Caixa Rebelde. Estava feliz fora de Realidade. Encontrou várias outras caixas rebeldes que assim como ela estavam em Sonho. Era uma manifestação. Elas se pareciam muito. Então decidiram ficar juntas. Assim ela sentou e parou. Logo percebeu que Sonho não era um lugar muito diferente da Realidade. Tinha tudo o que precisava. Sentiu-se em casa.

Ficou com muitas saudades de voltar para a Realidade. Então certa vez voltou. Nesse momento ela estava um pouco maior do que tinha saído, mas ainda cabia dentro do seu lugar de origem. A Caixa Sábia estava certa, uma hora ela precisava voltar para Realidade. Mas logo viu que as coisas não estavam como antes. Precisou de um momento para a caixa sentar, ajustar seu espaço e reparar o todo novamente. Agora sim tudo voltou ao normal. Sentia-se de volta a Realidade.


Uma coisa que ela não percebeu é que tanto Sonho quanto Realidade estavam dentro de uma outra caixa maior. A caixa Comodidade. Essa fez com que a pequena caixa se sentisse em casa independentemente de onde ela estivesse. Ficar dentro da Comodidade era mais fácil. Realmente tinha tudo o que era preciso.


Havia um ditado que falava para pensarmos fora da caixa. Havia. Não adianta pensar fora da caixa. Sempre vão ter outras caixas por dentro e por fora. Por mais que não percebamos. As vezes pensar dentro da caixa é bom. No momento, coloquei o fone de ouvido no último volume e tranquei a porta do quarto para poder, então, ensaiar por aqui algumas palavras. Me fechei, assim, na minha caixa. Tão mais fácil pensar e escrever aqui.

No entanto, uma caixa não pode ficar parada. Não pode ficar estática e nem acomodada. A regra é, pense, mas enquanto a caixa se move. Uma hora ela sai de Comodidade. A partir disso, existem mais infinitas caixas para sair.