Afinal a culpa é dos ateus

No momento que gravei esta imagem era o comentário mais votado num artigo do Observador. O mais votado, portanto: equivalente a que muitos leitores partilham destas ideias. Tem por base um artigo de opinião que culpabiliza a radicalização e atentados na Europa aos cidadãos ateus e agnósticos que residem em terras de cristãos e, à bela maneira do PNR, os acusa directa ou indirectamente de cúmplices dos extremistas, ou “os inimigos de dentro”, ou mesmo, “traidores”. Como somos todos “Charlies” e a liberdade de expressão passou a ex-líbris da imprensa e social media, posso então concluir que este perfil de comentador integra parte do público deste órgão de comunicação. Entretanto Donald Trump bate palmas ao ter conhecimento disto.

Like what you read? Give Hugo Mendes a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.