Let’s get it started (ha), let’s get it started in here 🎵

Uns 6 meses atrás li um post da Amanda Barbosa por aqui e trocamos uma idéia sobre o Medium, suas características e funcionalidades. Achei que poderia ser um bom lugar pra mim, porquê as vezes tenho muitos pensamentos acumulados e não tenho como compartilha-los. Na época eu disse à ela que iria começar a escrever por aqui, mas não naquele momento, pois estava em reta final de faculdade (TCC, provas, salgado 5 reais!!!!!11onze1, xerox cara e esses dramas da vida universitária). Mas agora, já estou formado, já tenho um emprego e tempo livre pra me dedicar à outras coisas. Então cá estou, começando.

Sempre tive dificuldade em começar coisas. Começar uma leitura, começar uma atividade física (sim, professores de educação física também são preguiçosos), começar uma conversa, começar um texto… Enfim, acho que vocês já entenderam. Mas eu tenho um grande amigo chamado #Descubra, que diz sempre: “Kanow toronoio.” Que traduzido do japonês significa: “Romper a inércia geralmente é a parte mais difícil de qualquer situação.”

Partindo desse princípio, meus objetivos iniciais serão: Aprender como funcionam as coisas por aqui, colocar alguns pensamentos, idéias e reflexões em forma de texto e absorver conteúdos diferentes dos que vejo nas outras redes sociais. A partir daí veremos o que acontece.

Provavelmente vocês verão nos meus textos algumas gírias do mundo futebolístico, referências musicais, referências de séries e muitas referências do Judô. Então desde já eu peço, perdoem meus vícios de linguagem e minhas gírias de não desistam de mim. -q

Like what you read? Give Hudson Prado a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.