Plataforma Digital da Justiça — Countdown started!

A poucos dias do lançamento que mudará para sempre a manifestação digital da justiça, a plataforma JUSTIÇA.GOV.PT, escrevo para partilhar parte do entusiasmo e expetativa que sinto com “tudo isto”! :)

Acredito fortemente que se trata da melhor abordagem de sempre do Estado Português ao digital, à forma como as pessoas querem interagir, independentemente do dispositivo, com a Administração Pública.

Mais do que tecnologia, é uma nova cultura que estamos a tentar incutir no ADN de uma organização com mais de 20.000 pessoas e que trabalha diariamente para melhor servir os Portugueses: a Justiça.

Uma cultura de transformação digital, ou, melhor dizendo, uma cultura de melhoria permanente para ir ao encontro das necessidades de Portugal, em tempo útil.

Sobre a plataforma JUSTIÇA.GOV.PT

É uma abordagem focada no utilizador. É um lançamento em formato BETA (penso que nunca aconteceu na Administração Pública Portuguesa), com um crescimento em sprints mensais com base em feedback dos utilizadores. Inpirada no www.gov.uk e, em particular, no excelente trabalho em curso no GDS UK (Governement Digital Service), que tive a felicidade de conhecer de perto. A plataforma JUSTIÇA.GOV.PT contraria, assim, a abordagem típica de portal que, quando lançado, permanece com as mesmas características “anos a fio”, com baixa utilização, criando frustração e sobrecarregando os balcões físicos (gerando filas de espera insustentáveis).

A plataforma JUSTIÇA.GOV.PT é um empreendimento nunca terminado Porquê? Porque é desenhada para ser USADA e não apenas INAUGURADA.

Desenhada para ser útil e não apenas um aglomerado de grande dimensão de informação e serviços. Construída para ser encontrada nos motores de pesquisa à primeira, tendo presente as melhores práticas de SEO (Search Engine Optimization), entre outras. Para ser divulgada por todos.

É o inicio de uma abordagem de gestão de produto e não de gestão de projeto. “Tudo muito novo” na Administração Pública, sim, mas prática corrente nas melhores organizações privadas, desde startups a médias e grandes organizações que servem diariamente milhões de clientes. E o Estado não tem que ser diferente neste aspeto. Tem que servir, da melhor forma, os Portugueses.

Trabalhar na Administração Pública é muito gratificante

Este tipo de projeto marca as equipas que nele participam. É claramente um dos meus projetos de vida. Daqueles que se conta aos netos! :)

Sempre gostei de participar em projetos de grande escala. Aqueles projetos que servem Portugueses. Por isso não recusei o convite para esta segunda incursão na Administração Pública, após três anos inesquecíveis à frente dos sistemas de informação do Turismo de Portugal, I.P..

Há objetivamente uma recompensa intrínseca neste tipo de iniciativas que servem um País e não apenas um subconjunto de “clientes”. É algo que o setor público nos pode dar e que não tem preço. O setor privado tem os seus méritos mas não consegue alcançar, de forma alguma, uma recompensa como esta. Só passando por esta oportunidade se compreende este sentimento. É, de facto, muito gratificante. Claro, com colegas e parceiros fantásticos! Gigante privilégio poder fazer parte desta(s) equipa(s) e desta iniciativa de transformação que ficará para a história.

Próximos passos

Nos próximos dias partilharei algumas das minhas experiências pessoais, relacionadas com este projeto. Discutirei algumas das funcionalidades, desafios, problemas, descobertas, …, tudo o que possa ser útil para pessoas interessadas em projetos de transformação digital (#DigitalTrasformation) em contexto de Administração Pública e em médias e grandes organizações do setor privado. Uma partilha informal, num registo diferente, pessoal, próximo, mas que não substitui a informação oficial sobre o projeto. Complementa.

Mais informação

Disclaimer

Opinions are my own.

About the author

Hugo de Sousa is a self proclaimed #DigitalTransformation practicioner and a full-stack IS/IT experienced professional with skills spanning from bits and bytes up to the board room (private and public sector). A mix of #innovation, #entrepreneurship, #technology, #intrapreneurship and #eGov. Also a self proclaimed unconventional #THINKer and #DOer. A Life #entreprenerd with intoxicating #energy, some say! :)

You can find him on Twitter, LinkedIn or Medium.com.

Like what you read? Give Hugo de Sousa a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.