10 perfis de comportamento dos 60+

O Itaú Viver Mais, em parceria com a consultoria Eureka, lançou a pesquisa 60+, Um Novo Paradigma e, em seus estudos, identificou 10 perfis de comportamento dos sêniores:

  • Livre, Leve e Solta: São pessoas que passaram por um processo de viuvez ou separação, os filhos já saíram de casa e hoje se dedicam a si mesmas, às suas vontades e realizações.
  • Perdido, sozinho: São homens que, quando perdem suas esposas, seja por viuvez, ou separação, tornam-se solitários e acreditam não terem recursos para cuidar de si mesmos.
  • Netocentrismo: Homens ou mulheres que moldam suas vidas em função dos netos. Embora tenham sua rotina, a deixam de lado quando os netos precisam de ajuda ou cuidado.
  • Codinome Trabalho: Para essas pessoas, o trabalho define seu papel social e a aposentadoria traz crises de identidade e melancolia.
  • Vovô 2.0: São homens e mulheres que embora tenham aparência de idosos tradicionais — principalmente pelas roupas e acessórios que usam — possuem uma postura aberta às novidades.
  • Cabeça Nublada: Pessimistas, sentem essa tendência se intensificar com as limitações do envelhecimento e se colocam sempre como vítimas do sistema.
  • Coadjuvante Social: São homens e mulheres que se acomodaram com o envelhecimento: deixam seus sonhos de lado, não fazem mais planos pessoas e a alegria ficou no passado.
  • Tempo de Curtir: Encaram a aposentadoria como uma possibilidade de viver uma nova vida e fazer o que tiverem vontade.
  • Sem Idade: Difíceis de serem rotulados, sabem que o tempo está passando, mas seguem inquietos para aprender tudo que podem.
  • Na vida dura: Sentem o peso da idade, mas precisam continuar na luta, pois, em alguns casos, além de garantirem seu próprio sustento, ainda ajudam algum filho que tenha voltado para a casa.

Sentiu falta de algum perfil? Fala pra gente nos comentários! :)

Veja o estudo completo aqui.


Originalmente publicado no site Hype60+.