Saia da bolha! Welcome to Brazil

Texto por David Ruiz e revisado por Kell Bonassoli

Beto Carrero, nome artístico de João Batista Sérgio Murad, foi um artista e empresário brasileiro, idealizador do parque Beto Carrero que leva seu nome, Beto Carrero World, no município de Penha, no litoral norte do estado de Santa Catarina.

Eu sei que é muito inspirador ler diversos artigos, publicações e tweets sobre o que está acontecendo relacionado à tecnologia e inovação pelo mundo.

É realmente incrível você poder entrar em uma loja de conveniência, pegar os produtos e simplesmente sair economizando seu tempo. Ou ainda refletir sobre os aspectos legais e o impacto de carros autônomos quando acabam envolvidos em acidentes fatais. Isso porque eu ainda nem falei de IOT e Blockchain. Imagina só, sua cabeça provavelmente está fervilhando de oportunidades que podem virar negócio.

Sei que é difícil, mas tenho que te dizer isso: Você está no Brasil.

Brasil esse que possui a segunda pior conectividade nas escolas entre os países que participaram do levantamento pelo Iede (Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional). Não adianta levar em consideração o celular. Estou falando de utilizar a internet como ferramenta de ensino!

Falando em internet, em 2016 o IBGE levantou que 64,7% da população brasileira possui acesso a internet, porém, há 63,3 milhões de pessoas que se mantêm off-line. Três a cada quatro dessas pessoas disseram que o que as afasta é não saber usar ferramentas online ou não ter interesse nisso. O serviço ser caro era a justificativa dada por apenas 14,3% dos desconectados.

Se não bastasse a barreira da conectividade, de acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto Data Popular, cerca de 55 milhões de brasileiros são desbancarizados (que não possuem nenhum vínculo com instituições bancárias). Esta cifra representa 39,5% dos moradores do país com mais de 18 anos, um movimento de R$ 655 bilhões.

Quando olhamos para aspectos mais básicos do quotidiano como a mobilidade, a situação fica ainda mais crítica. Mais da metade das nossas rodovias, apresentam problemas de sinalização (59,2% para ser preciso). Segundo balanço da PRF (Polícia Rodoviária Federal), foram registrados 89.318 acidentes nas rodovias federais brasileiras. A Pesquisa CNT de Rodovias divulgada em 2017 mostra que a sinalização foi o aspecto que mais se deteriorou entre as rodovias federais e estaduais pavimentadas.

Estas são algumas evidências que fiz questão de ressaltar para te mostrar que precisamos dar alguns passos para trás ao trazer tendências de outros países para serem aplicadas aqui no Brasil. Temos uma série de problemas que precisam ser resolvidos antes de tropicalizar soluções “gringas” criando startups aqui no Brasil. Não somos a terra do Walt Disney, mas somos a terra do Beto Carrero.

É fundamental que nosso ecossistema empreendedor coloque energia para criar soluções para estes problemas que impactam diretamente o dia-a-dia dos cidadãos brasileiros. A inclusão digital tem que ser parte da solução para ensinar como extrair o melhor através das ferramentas existentes.

Nossos empreendedores precisam parar de gastar tempo e dinheiro em eventos que só servem para enaltecer eles mesmos e que falam sempre a mesma coisa: a uberização e como a blockbuster perdeu o bonde para o netflix.

Se a carapuça serviu, já deixo aqui o caminho das pedras: Invista a sua energia em imersões claras na jornada do seu potencial cliente. Saia da zona de conforto e realize pesquisas para entender o seu cliente em profundidade.

Um bom exemplo desta imersão foi o trabalho realizado pelo Facebook aqui no Brasil. Eles apresentaram uma pesquisa realizada em nosso território na principal conferência deles (F8) falando sobre o crescimento de 9% da receita em anúncios ao simplesmente aceitar BOLETO como forma de pagamento.

Nós, brasileiros, temos a oportunidade de construir produtos e serviços para nossa realidade. Pare de pensar com a cabeça de gringo influenciado pela mídia e pelos empreendedores de palco que dizem que tudo é possível, simples e indolor.

Seja um agente da nossa transformação. Saia da bolha. Você está no Brasil.

Fica meu convite para você levar esta provocação adiante.