Meu desafio de ser mais produtivo

Acordei no sábado muito disposto a realmente parar de procrastinar, pois eu estava fazendo-o basicamente o dia todo, todos os dias.

Estudar matemática, inglês; ou mesmo sobre o meu trabalho diário, que seria JavaScript, PHP, Laravel Framework e etc; simplesmente não acontecia. O bombardeamento de informações é enorme: Postagens no Facebook — apesar de eu ter retirado muitas pessoas da minha timeline. Acredite, foi necessário —, e-mails sobre novas tecnologias, ou mesmo sobre vendas quaisquer, basicamente todo site hoje que conhece seu email vai lhe enfiar goela abaixo em uma lista de emails. Com esse número de informações vindo diariamente, é tentador ler tudo, mas isso gera um erro grave: você perde a capacidade de focar no que realmente deveria.

Lendo sobre algumas matérias à respeito da procrastinação, acabei encontrando uma postagem aqui mesmo no Medium sobre o mesmo, com o título de “Procrastinate Hero to Procrastinate Zero” — a propósito, aconselho muito a leitura, pois pode dar-lhe uma idéia do que está fazendo errado, no site do autor o link é este—.

Esses dias estou seguindo algumas dicas que vi na postagem, até mesmo comecei a usar o Any.DO — ótimo aplicativo para quem quer manter uma lista de tarefas a fazer. A versão free já atende bem a maioria das pessoas — . Uma das dicas é: exercite-se (exercícios físicos). Parece brincadeira, mas quando você pratica exercícios físicos, o bom dispor vai ajudar-lhe muito a não procrastinar, mas para isso você tem que dar um passo à frente para começar a exercitar-se.

Comecei a fazer exercícios físicos, primeiro porque era mais um item da lista de afazeres, e segundo para ver se realmente tinha efeito sobre a preguiça de fazer os outros ítens da lista. Realmente foi um ponto positivo, e estou mais disposto a muita coisa que antes, parecia não fazer tanta diferença para mim.

Como isto ainda é um experimento, comprometer-me-ei a voltar aqui e atualizar sempre que achar necessário — como fazer correções ortográficas, ou mudar a formação das palavras, esses detalhes sempre me instigam — .