Só os teus olhos me excitam

Só desejo as tuas mãos

Mãos alheias não me alegram

Quando procuro você em vão.

Like what you read? Give Pedro Magalhães a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.