UX Team — A nossa reunião de Design Critique

E como esse processo ajuda nossa equipe a evoluir em conjunto

Aqui no Santander temos equipes de UX que são responsáveis por projetos diferentes e, nesses times, cada pessoa atua em uma demanda que envolve outras áreas do banco.

Com todos trabalhando em diversas frentes ao mesmo tempo e com áreas diferentes, não demorava para que a comunicação entre nossa própria equipe de UX ficasse com ruídos a medida que os cronogramas avançavam, os prazos chegavam e novos desafios apareciam.

Essa ausência de comunicação era sentida por todos na equipe e, a partir desse sintoma, retomamos esse ano com a UX Lead Naima Barbosa, uma atividade bem importante: nossas reuniões de Design Critique.

O que é Design Critique?

O termo não é novo, muito menos o conceito. Se você já parou uma atividade, chamou a pessoa que senta ao seu lado, deu um breve contexto da situação e pediu a opinião dela, você praticamente já passou por todas as etapas desse processo e nem tava sabendo.

Design Critique é uma reunião onde designers apresentam seus projetos e soluções para outras pessoas da equipe, com intuito de iniciarem uma discussão e terem seu projeto criticado pelo grupo que está participando.

Minha experiência nas reuniões de Design Critique

Há pouco tempo fiz a apresentação de um projeto que estava estudando, ainda sem muitas definições e regras, e pude compartilhar algumas ideias e possíveis soluções que havia mapeado com o time.

Essa reunião foi muito proveitosa pois surgiram dúvidas e cenários que ainda não havíamos mapeados e novas ideias para melhorar o que colocamos como possível caminho a seguir, deixando o projeto com um potencial de evolução muito maior do que antes.

Em outras situações, onde colegas apresentaram seus projetos, consegui ter uma visão muito mais ampla do que estavam trabalhando e também entender particularidades técnicas que me ajudaram em outros projetos, pois já tinha previstos cenários com as mesmas condições técnicas, prevenindo que a solução proposta fosse inviabilizada e o retrabalho para desenhar uma nova proposta.

Foto: Alvaro Reyes — Unsplash

Como design critique ajuda o time?

Além de trabalhar as soluções para os desafios que encontramos nos nossos dias, essa experiência de apresentar um projeto e participar da apresentação de outras pessoas tem outros pontos bem valiosos:

  • Ajudar no alinhamento do time ao apresentar um projeto que nem todos podem conhecer.
  • Desenvolver a confiança das pessoas para apresentar melhor seus projetos e ideias.
  • Compartilhar desafios enfrentados que podem impactar outros projetos que estão sendo trabalhados paralelamente.
  • Dividir aprendizados e informações adquiridas no processo de desenho da solução.
  • Obter novos pontos de vista para a situação, somando as contribuições e experiência de todos que participaram.
  • Levantar pontos de atenção nos nossos processos de trabalho que poderiam ser melhorados.
  • Integrar mais o time ao envolver pessoas que pelas atividades do dia a dia não tem muito contato.
  • Fomentar uma cultura de colaboração e aprendizado entre todos.
  • Prevenir pequenos erros que podem ter passado desapercebidos durante as mudanças do projeto.
  • Analisar melhor a consistência do projeto como um todo, aproveitando os diversos pontos de vista.

Como iniciar esse processo com meu time?

É muito simples começar reuniões de Design Critique, porém pode ser desafiador mantê-las como rotina e hábito entre as pessoas a medida que as tarefas do dia a dia vão aparecendo.

Para ajudar a organizar essa atividade com seu time, seguem algumas dicas:

  • Escolha uma data e hora fixas e marque no calendário de todos. Isso minimiza as chances da galera marcar reuniões nesse período.
  • Defina antes quem irá apresentar o projeto na reunião. É responsabilidade dessa pessoa preparar todo o material para apresentar.
  • Deixe seu computador de lado. Assim evitamos que a atenção da reunião escorra para um e-mail que acabou de chegar, por exemplo.
  • Imprima as telas da interface que irá apresentar e cole na parede. Deixe as pessoas livres para andarem e se aproximarem das imagens que desejam falar.
  • Tenha um facilitador para a apresentação. Essa pessoa irá controlar o tempo e garantir que a discussão não fique presa a um só tópico.
  • Tome nota das considerações de todos durante sua apresentação. Depois analise com mais calma e veja como resolver.
  • O projeto apresentado não precisa estar completo. Aliás, é melhor se ainda estiver no processo de desenho, assim você pode incorporar e melhorar o projeto após as considerações da equipe.
  • Adapte o processo para sua equipe. Não existe fórmula pronta, teste e mude o que precisar para que sua equipe aproveite ao máximo.

Com isso, se você já faz esse tipo de reunião com seu time, divida com a gente como está sendo essa atividade. E se tem interesse em começar, diga se essas dicas ajudaram no processo. :)