7 apps para sua startup ser mais produtiva

Quem está a frente de uma startup ou trabalha para uma, sabe que tempo é coisa tão preciosa quanto dinheiro. Por isso, e por ser um viciado em tecnologia incurável, estou sempre atento a ferramentas que, de alguma forma, me ajudem a otimizar o tempo e facilite meu trabalho.

Então, resolvi unir o útil ao agradável e reunir, em um único post, sete ferramentas que eu uso e recomendo: seja pela necessidade, utilidade ou praticidade que elas me oferecem.

Se você também é do time dos que adoram testar novos aplicativos, está no lugar certo. Se você tem uma startup, poderá conhecer soluções de gerenciamento e produtividade bem interessantes. Se você for desenvolvedor ou tiver uma empresa de tecnologia, poderá aproveitar ainda mais as sugestões.

Espero que você goste!

RescueTime

Prós: O RescueTime é tipo um amigo curioso e conselheiro, que te acompanha enquanto você está no computador. Ele monitora quanto tempo você passou online e o que estava fazendo: navegando em sites, trabalhando, respondendo emails, interagindo no Facebook, etc, .

Da “observação”, ele cria relatórios semanais, indicando que ferramentas você mais usou e até por quanto tempo você ficou longe do computador. Você também pode estabelecer metas de uso e, posteriormente, avaliar se conseguiu cumpri-las ou não. Além disso, o RescueTime é um amigo conselheiro que te dá dicas de como ser mais produtivo e te ajuda a manter um bom ritmo de produção.

Contras: A usabilidade é boa, mas não chega a ser excelente. E as análises poderiam ser melhores — são muito genéricas para algumas áreas. Outra questão é que, por rodar em background, o aplicativo consome um pouco de memória do computador. Não chega a ser um grande problema, mas é algo a ser ponderado.

Investimento: Eu uso a versão gratuita que, além do controle do tempo em sites e aplicativos, permite a definição de metas e a entrega de relatórios semanais por email.

A versão paga custa $9 por mês ou $72 por ano e tem ferramentas mais avançadas e completas, como alerta para controle de metas, bloqueio temporário ou permanente de sites que prejudicam seu foco, relatórios mais detalhados e outras features. Para quem quiser testar a versão mais completa, há a possibilidade de testar grátis por 14 dias.

1Password

O 1Password é um serviço de armazenamento e gerenciamento de senhas facílimo de usar. Com ele, você pode proteger documentos e informações, como logins, senhas e dados de cartões de crédito, por exemplo.

Geralmente, as pessoas têm um padrão para senhas e criam duas ou três que precisam ser decoradas (email, banco, cartões) e outra para cadastros aleatórios. O gerador de senhas próprio do 1Password te dá liberdade para se despreocupar em decorar as senhas menos importantes e poupa tempo na hora de fazer novos cadastros.

Prós: A usabilidade do programa é ótima. Ele faz tudo pra você: cria a senha, salva e atualiza. Basta instalar uma extensão no navegador pro uso ficar ainda mais fácil. Apesar de, inicialmente, ter sido desenvolvido para Mac, está disponível para a Android, iOS, Windows e Mac OS.

Contras: O aplicativo te deixa dependente e não incentiva o estímulo da memória. Mas, desde que você não esqueça a senha mestra que dá acesso a ele, está tudo certo.

O preço também não é um grande atrativo. O 1Password custa em torno de $50.

Sketch

O Sketch é um aplicativo para desenhar interfaces bem mais simples e prático do que o Photoshop. Foi desenvolvido para UI designers, mas facilita a vida de todo o time. A gente usa na Aerochimps há oito meses, aprova e recomenda.

Prós: Para mim, que sou desenvolvedor frontend, ele é muito prático de fazer consultas. Eu consigo encontrar rapidamente tudo o que preciso: valores, cores, espaçamento, etc.

Na minha opinião, a grande vantagem do Sketch é que ele é muito mais leve e organizado do que o Photoshop. Mas, para os UI Designers, o programa oferece muitas outras vantagens, como a facilidade de adaptar os projetos para diferentes resoluções de tela, por exemplo.

Vale a pena testar gratuitamente. E, então, se gostar, adquirir a licença por $99.

Slack

Se sua startup ainda não usa o Slack, você está comendo mosca! Essa ferramenta melhora a gestão de pequenas empresas ao unificar e concentrar toda a comunicação interna.

Prós: Além de permitir conversas diretas entre duas pessoas, é possível criar canais de com vários integrantes. Dá pra ter um canal diferente para cada projeto, por exemplo.

Uma das principais vantagens do Slack é a possibilidade de criar categorias de backup de arquivos importantes. Se um documento precisa ser acessado por todos, basta fazer o upload do arquivo no canal para que qualquer usuário acesse facilmente.

Outra grande vantagem é que o Slack integra vários outros serviços de comunicação e armazenamento, como Hangouts e Dropbox.

Contras: O Slack é ótimo. A única desvantagem dele é o preço ($6 por usuário). Mas, para quem não precisa de um backup extenso e não faz questão de algumas funcionalidades mais específicas, dá para usar a versão gratuita tranquilamente.

Coda

Esse é para desenvolvedores. O Coda é um editor de código rápido que já vem com FTP integrado, dos mesmos criadores do Transmit.

Prós: Dá para editar CSS, XHTML, arquivos Python, ASP ou PHP em uma mesma ferramenta, de forma muito fácil. A experiência de uso é ótima e a função auto-complete dele facilita a vida.

O Coda é um editor para iniciantes ou heavy users. Diferente do Sublime, por exemplo, que é consideravelmente complexo para quem está começando.

Contras: Além do preço ($99), o Coda tem uma comunidade de usuários menor do que os editores mais populares — o que dificulta um pouco encontrar módulos. Outra desvantagem é que a ferramenta é exclusiva para Mac.

Mamp

O MAMP (para Mac) é uma forma fácil e práticaa para se ter acesso a um servidor apache e banco de dados MySQL e desenvolver na máquina local.

Prós: Tem versão gratuita e possue uma biblioteca extensa. Com o MAMP você consegue simular um servidor Apache, PHP e com acesso a uma base de dados SQL no seu computador, sem precisar de um servidor físico ou estar conectado a internet.

Mou

E para fechar a lista, uma ferramenta simples, leve e prática. O Mou é um editor Markdown — linguagem usada para escrever documentação em repositórios GIT também utilizada pela mairioa dos WIKIS para escrever conteúdo.

Prós: É uma ferramenta bem personalizável que te permite ver, em tempo real, como está ficando o que você está está escrevendo. Outro ponto positivo é que o Mou conta com temas e, se você for japonês, com suporte a caracteres japoneses

O Mou possui menus e teclas de atalho adequados para ações comuns de edição e formatação web, pesquisa incrementa e várias outras utilidades. Sem falar que ele exporta em HTML, prontinho para uso. A versão beta está disponível gratuitamente.

Contras: É exclusivo para Mac OX.


Gostou da lista? Tem alguma sugestão de ferramenta ou usa alguma das que eu citei de forma diferente? Comenta aí embaixo e vamos trocar uma ideia.


Originally published at bizstart.com.br on June 8, 2015.