Como aplicar princípios ágeis na sua startup: comunicação

Image for post
Image for post

Incorporar metodologias ágeis à rotina da sua startup não é uma missão impossível. Porém, também não é a coisa mais fácil do mundo, principalmente se você não encontrar boas fontes de informação. Mas a verdade é que ser ágil fica bem mais fácil quando começamos pela base e conseguimos entender os valores e princípios do Manifesto Ágil antes de correr afoitos para encontrar as ferramentas e processos perfeitos.

Começar do começo te ajuda a entender por que escolher a metologia X em vez da Y e a ter consciência dos fundamentos que estão por trás das práticas ágeis.

Meu sincero desejo é que você entre no mundo do agile com o pé direito. E minha contribuição para isso é essa série de posts explicativos sobre os 12 princípios ágeis. Esse é o segundo texto da coleção e a nossa conversa de hoje será sobre os princípios ligados à comunicação. No último texto, eu falei sobre entrega de valor (se você ainda não leu, é interessante começar por ele e depois voltar nesse aqui).

Eu organizei os princípios por temática, por isso a ordem não é a mesma do site oficial do manifesto e a tradução foi livremente adaptada. Tudo para ser mais prático e divertido para você: prometo!

Agora, sem mais delongas, vamos ao que interessa.

Pessoas de negócio e desenvolvedores devem trabalhar juntos diariamente

Como o objetivo de todas as pessoas envolvidas no projeto é o mesmo, a aproximação entre quem entende de negócios e o time de desenvolvimento é lógica e fundamental.

Image for post
Image for post
Dilbert by Scott Adams

Isso não significa que o cara do comercial precisa saber escrever código e nem que o desenvolvedor deve ser ótimo com vendas. Cada um tem a sua área de atuação específica e esse limite é respeitado no desenvolvimento ágil. Porém, esse contato multidisciplinar faz com que as decisões sejam mais centradas no objetivo geral do projeto e não apenas no que é melhor para uma área em particular.

Manter esse canal de comunicação aberto ajuda no autoconhecimento do time e contribui para que se chegue ao equilíbrio ideal: as “vendas” não devem ser maiores que a produção e nem se deve produzir mais do que é possível vender.

Construa projetos com pessoas motivadas. Forneça o ambiente e o suporte necessários e confie que eles farão o trabalho

Aqui na Chimps a primeira coisa que procuramos em um profissional é proatividade. Investimos nesse tipo de perfil porque acreditamos que, mais do que ter excelente qualidade técnica, o profissional precisa gostar do que faz e estar sempre disposto a aprender. Excelência técnica é algo que se adquire com tempo e experiência — e nosso objetivo é oferecer o ambiente para isso. Já a proatividade é algo inerente a quem você é e que faz toda a diferença dentro de uma startup.

Mas de nada adianta encontrar esse tipo de pessoa se você não conseguir mantê-la. Por isso, eu bato sempre nesta tecla: é preciso ter um ambiente de trabalho agradável, personalizável e flexível. O cuidado com o ambiente e a valorização de cada membro do time importa: desde coisas básicas, como ter cadeiras confortáveis e internet de qualidade a fatores mais cruciais, como flexibilidade de horário e autonomia. Vai por mim, motivação e liberdade (com responsabilidade) têm tudo a ver.

Uma conversa cara a cara é a melhor forma de transmitir e receber informação do time de desenvolvimento

Image for post
Image for post
Comunicação == Sucesso

Inicialmente, a Aerochimps funcionava remotamente 100% do tempo. Usávamos o Hangouts com bastante frequência. Esse modelo funcionou pra gente por alguns anos, até que surgiu a necessidade de trabalharmos juntos, no mesmo lugar. Começamos a frequentar um coworking e quando percebemos que nossa comunicação precisava ser ainda mais próxima e alinhada, fomos para uma sala comercial (já contei essa história no texto sobre coworking ou escritório próprio).

Por isso, eu digo: apesar da comunicação direta e presencial ser a mais indicada na maioria dos casos — pois tem a entonação, os gestos e o auxílio de um quadro para rabiscar ideias, por exemplo –, a tecnologia está aí para facilitar a vida de startups que, por algum motivo, ainda não podem ou não veem necessidade de reunir o time em um escritório próprio ou num coworking.

A conversa “cara a cara” pode ser levada para o Skype, FaceTime, Google Hangouts ou qualquer outra ferramenta de de vídeo conferência. Aplicativos como o Slack para conversar sobre os projetos e enviar documentos e o Taiga para gerenciar projetos também são ótimos aliados, tanto para quem trabalha remoto (ou tem clientes distantes) como para quem não perde a chance de deixar a comunicação fluida e constante. O que não pode é deixar de tomar as decisões ou resolver problemas por falta de um local adequado para isso.

Processos ágeis promovem um ambiente sustentável. Stakeholders, desenvolvedores e usuários devem ser capazes de manter um ritmo constante indefinidamente

Produzir muito não é sinônimo de ser ágil, ainda mais se o processo utilizado for o incremental (entrega de pequenos pedaços de software funcionais em ciclos constantes). Mas usar o trânsito lento, o pneu furado ou um resfriado como desculpa para produzir menos também não é recomendável.

Assim como é importante manter uma certa rotina pessoal pela manhã, é saudável criar um ritmo de trabalho. Isso não significa fazer todo dia a mesma coisa, da mesma forma e do mesmo lugar, mas sim estar em dia com as tarefas e entender que o resultado do seu trabalho respinga no trabalho do outro.

Cabe a cada time e a cada pessoa entender seu rendimento e, sempre que possível, testar novas formas de trabalho, ferramentas e horários para não cair no tédio e nem comprometer as entregas. Afinal, para o desenvolvimento ser sustentável é preciso que o time esteja alinhado, que as tarefas estejam bem definidas e que as metas de produção sejam respeitadas.

Aqui na Chimps a gente faz isso com o daily (reunião diária para falar sobre o que cada um fazendo hoje e o que fará no dia seguinte), review (encontro do time após os sprints para avaliar como foi o período, se houve algum imprevisto, se as tarefas foram mais fáceis ou mais difíceis que o estimado, etc) e o planing de sprints (reunião para planejar o próximo sprint). Essas práticas ajudam o time a entender em qual ritmo deve seguir e de que forma é possível melhorá-lo.

E você, como aplica esses conceitos na sua startup? Como vai a comunicação do seu time? Sinta-se convidado a compartilhar suas experiências, dúvidas ou comentários sobre o assunto!


Originally published at bizstart.com.br on April 28, 2015.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch

Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore

Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store