Por que os Millenials não viram “adultos”?
Marcelo L. Perrucci
3175

Gostei do texto, mas em minha opinião serve apenas para passar a mão na cabeça de pessoas que muito querem e nada fazem.

Estudar a vida inteira, antes fosse, o que mais vejo são pessoas que nem trabalham nem estudam… o aluguel no seu bairro é muito caro? Mude de bairro, vá para um mais afastado, ache um emprego, seja o melhor nele, se aperfeiçoe, mude de emprego para um melhor, mude de bairro, repita até estar em uma situação aonde se sinta bem.

Aceitar salários míseros, sim, todos fazemos isso em algum momento da vida, não tem como fugir, mas ficar com ele e reclamando que a empresa não aproveita suas habilidades, que apenas sua mãe diz que vc tem, não resolve nada também.

Vejo também que hoje em dia muitos querem ganhar dinheiro com o que gostam, porém muitos gostam de coisas que não dão dinheiro. Para mim isso é uma das piores bifurcações com que podemos ter de lidar.

A analogia da raposa é muito boa, principalmente para ser evitada, não usada como justificativa.

Como dizia o melhor coordenador que tive na vida, vista a camisa da empresa por cima da sua própria.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.