Trintei

Trintei gente e vai ter reflexão em forma de testo…

Não estou nem um pouco perto de onde pensei que estaria quando chegasse aos trinta.

Queria escrever isso enquanto eu ainda estivesse nos meus vinte e poucos anos portando tarde de mais a essa hora eu já estava fora da barriga da minha mãe por mais de 10 horas.

Na minha adolescência sempre julguei essa idade de 30 anos como uma morte instantânea da juventude. Costumava dizer ao meu pai que eu iria me matar aos trinta anos. Acreditava que a vida perderia o sentido. Pessoas de 30 anos só trabalham e não fazem nada além disso. Hoje em dia eu entendo o motivo de tudo isso.

Eu sempre fui descaradamente descarado quando se trata do meu medo de envelhecer, possivelmente pelo fato de que tive muitos exemplos de pessoas totalmente bem sucedidas portanto velhas e depressivas ao meu redor. Então eu sempre tentei tomar um caminho diferente. Larguei a faculdade logo de início. Sempre fui muito esforçado no trabalho portanto todas as vezes que apareceriam oportunidades de “crescer” dentro de uma empresa ou ramo de trabalho eu estava correndo fora .

Me acho muito sortudo de aprender desde cedo que eu não sou nada e não preciso de nada. E que quanto menos eu tenho mais livre eu me sinto. Quanto mais substituível eu for no meu trabalho a vida fica mais simples. Não queria ser alguém importante por saber que ser importante toma tempo. Eu precisava de tempo pra curtir o sol, correr na praia, ser faixa preta de karate, aprender alemão, me tornar instrutor de paraquedas, fazer curso de mergulho em Bali, retiro do silêncio na Thailandia. etc etc etc

Com uma mochila nas costas fui desvendar o mundo. Fiquei longe de casa durante todos os meus vinte e poucos anos. E não me arrependo de nada. Vive em lugares deslumbrantes e conheci pessoas maravilhosas, absorvi tudo de positivo ao meu redor. Portando meus vinte e poucos anos foram literalmente um sonho de verão.

E agora ? Pra onde eu vou? Quem sou eu ? Aonde eu vivo ?

Perguntas do tipo começam a voltar ao meu pensamento. A vontade de se instalar em algum lugar aumenta a cada dia que passa. O sonho de encontrar aquele alguém especial, ter aquela casa na beira da praia, aquele trabalho que te da segurança e eu não tenho nada disso. E confesso ser um tanto assustador.

Estou completando 30 anos e acabei de sair de Berlin aonde tinha um ótimo trabalho, um passaporte alemão e um círculo de amigos maravilhosos. porem algo me dizia que era hora de partir mais uma vez. Então com uma mala de mão e dois equipamentos completos de paraquedismo eu me mudei pra Austrália. Com um visto de estudante e um trabalho de 20 horas por semana adepois de 28 horas de voo em um nada eu me transformei novamente.

Ando em ruas que eu nunca estive, trabalho com pessoas que eu ainda não gravei o nome, e frequento uma escola aonde ninguém realmente me conhece. Estudando algo que nunca estudei antes.

Isso está me soando como um crise de meia idade OMG eu realmente tenho 30 anos.

Pra onde eu vou eu não sei, me sinto perdido, solitário e confuso porém todos os dias acordo com um sorriso no rosto. Pelo simples fato de que eu realmente tenho orgulho de ser quem eu sou. Tenho orgulho da minha vida portanto queria uma resposta,ou um mapa com o caminho para o pote de tesouro no final do arco-íris; infelizmente eu não possuo esse mapa, me resta acreditar no meu instinto, continuar a trilhar ao longo da vida. Na esperança de que tudo vai continuar colorido e de que nunca vou voltar a ter aquele vida preta e branca que tive durante minha infância e adolescência.

#paz