"Pais, fizeram a minha desgraça a de vocês!"1

aqui é onde vivo, milhões de moléculas de caos formam a minha lingua que arde de desejo, assim como eu!
anda, demônio!
Grito no inferno, na vida, as partículas fixas agora são sordidas e desformes.
O Brasil meu País é só uma fração do grito infernal que engoliu etnias e formou-nos seres de outras chamas formando uma foqueira onde as brazas sobem de um País tropincal.
Injurei de todos os bens sentimentais, senso imparcial de vidas atrás de vidas, que englobaram se fixos no livro da história do espirito quase ídilico de padrões alterados.
Bem se eu tivesse apenas um ombro amigo, para dividir a desgraça faminta pela sede de um bom Deus.
O batismo foi minha desgraça e o parto a infelicidade! Bendito sejam todas as almas que passaram por mim!
Estou no inferno.
1. trecho tirado de "Uma temporada no inferno" do poema homônimo.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.