CRÍTICA: Turma da Mônica Jovem — Edição #03 / 103

Bora lá pra sinopse dessa edição:

Tentando animar o Do Contra após a separação, Magali o presenteia com o arco mágico do Cupido.
Capa da edição, queria mais destaque pro DC

Tudo bem querer ver o amiguinho bem feliz após o termino de um namoro, mas chamar uma turma pra sair com ele ótimo, mas chamar A EX DO MENINO PRA SAIR E ANIMAR ELE?! Sério Magali e Cascão, sério?! Cade os outros 300 amigos de vocês? Bora pegar alguém da geladeira roteiristas pra dar um up no Do Contra. Mas a Mônica foi muito inteligente e entende que é muito cedo pra eles se encontrarem, ainda bem; mas ela continua com a babação de ovo via (skype) internet com o Cebola, e ele continua sendo o mais babaca possível, não ligando pros amigos e apenas pra namorada (alô Cascão, bora dar ignorada nele).

As capas internas com os traços maravilhosos

Magali e Cascão continuam com a Operação Animar o Do Contra, cascão provando que é amigo do DC (bora esquecer cebola e virar BFF do DC Cascão) levou um jogo que todos estavam esperando e todo mundo odiou, muito a cara do DC, não é mesmo?! E os roteiristas continuam deixando a Magali doidona nessa revista, alem de propor chamar a Mônica pro rolê com o DC, ainda da de presente pro garoto um arco e flecha, mágico é claro. Isso representa a grande ideia incrível, única, exclusiva, que não vimos umas centenas de vezes em outras historias, para essa história: vai acontecer alguma coisa, onde alguém vai usar esse arco e flecha e vai acabar fazendo as pessoas se apaixonarem por outra pessoas e vai dar uma confusão e depois tudo vai ficar bem, afinal a culpa era da magia, bem original. (poderia acabar aqui a crítica a edição, pois é bem sem graça mesmo, mas sou guerreiro e vou continuar).

DC como é gente como a gente, resolve trocar o presente ruim que ganhou, bora dar uma stalkeada antes de dar presente Maga; mas acaba irritando o carinha que vende coisas mágicas, que pasmem, também faz magia, quem sera que é?! Depois o DC mostra como é gente como a gente, denovo, eu realmente adoro o DC, fica naquela depre pós termino e fica olhando as fotos da ex e pensando no relacionamento e depois fica bem puto com o Cebola e decide “pegar emprestado o melhor amigo dele”, como não amar o DC?!

Então eles vão jogar videogame (o qual eu tenho certeza que existe, já ouvi as pessoas falarem dele, mas não faço ideia de qual é o nome e também tenho preguiça de ir procurar) e TMJ mostra que é atual por colocar essas referências da revista, e ainda fala mal do presente da Magali ❤. Então acontece a coisa mais decepcionante dessa edição, o DC acerta o Cascão com o arco do Cupido, então podemos deduzir que Cascão vai se apaixonar por DC, correto?! Errado meu querido leitor, a TMJ acaba com as minhas esperanças de algo homoafetivo, e coloca o DC fazendo um escândalo gigante, ate que a Mônica que estava andando por ali, ouve e bem, o Cascão acaba ficando apaixonado por ela ¬¬.

PORQUE ISSO NÃO FOI A CAPA MEU DEUS?! Todas as contra capas dessa segunda fase estão melhores que as capas das revistas

Ai temos o Cascão sendo bem tosco com a Mônica, Mônica ficando bem put@ com DC e Cascão e DC refleltindo sobre o arco e tentando desfazer o amor de Cascão por Mônica e fazendo mais cagada, então vamos as paixões causadas pelo arco do cupido:
• Cascão apaixonado por Mônica
•Magali apaixonado por DC
•Mônica apaixonada por Toni (sempre trazem ele de volta pra ter •Relacionamento com a Mônica, ele não desencana mesmo da dentucinha)
•DC apaixonado por Mônica (pera, a culpa não é do arco)

DC vai tentar novamente arrumar a cagada que fez, então ele vai procurar o carinha da loja, que fala algumas baboseiras e explica como cancelar o feitiço, que é quebrar o arco, mas o DC provando que é muito inteligente, não leva o arco junto com ele. Então algumas coisas acontecem e DC leva uma flechada no lugar da Mônica, bem quando ela ia beijar o Toni, mas como ele já é apaixonado por ela, bom não da nada e ele quebra o arco, depois eles voltam na loja e descobrem que o vendedor era Hefesto, por favor TMJ tragam mais Deuses para outras edições.

Uma edição legalzinha, considerando tudo que vem pela frente, afinal to escrevendo essa revista bem na epoca que a edição 7 esta sendo lançada. Uma das minhas favoritas ate agora, afinal sou do #TimeDC

3,5 porque não vale 4 pois a ideia não é tão boa e a melhor parte da edição foi escrever essa review