SISTEMAS DE TRANSPORTES PÚBLICOS DE SALVADOR — Uma Agenda de Pesquisa para Pesquisadores Júniors (estudantes de graduação) focada na governança (des)centralizada no sistema de transportes

Uma Agenda de Pesquisa para Pesquisadores Júniors (estudantes de graduação) focada na governança (des)centralizada no sistema de transportes

O Seminário Da Regulação dos Táxis e Mototáxis à Integração Tarifária[1], atividade complementar do Curso de Economia dos Transportes ministrado pelo Prof. Ihering TEVE entre seus resultados:

i) A consolidação do entendimento da necessidade imperativa da compreensão do papel da GOVERNANÇA PRIVADA CENTRALIZADA E DESCENTRALIZADA na institucionalização do sistema de transporte público de Salvador como uma forma de enfrentamento da orientação discriminatória espacial e racial expressa no atual sistema de transportes e,

ii) A identificação de duas trajetórias de pesquisa a ser desenvolvidas pelos pesquisadores júniors (estudantes de graduação em fase de trabalho monográfico) no âmbito da governança dos sistemas de transportes públicos em Salvador, tendo como objeto a GOVERNANÇA PRIVADA CENTRALZADA E DESCENTRALIZADA.

Uma trajetória parte da sistematização empírica das experiências em curso em Salvador para chegar a uma referência teórica, a exemplo do trabalho sobre a autO-regulação da cooperativa de mototaxismo no “fim de linha” da Fazenda Coutos. A outra trajetória parte do debate teórico em curso na academia sobre a auto-regulação, a exemplo do estabelecido em torno do UBER, para depois modelar (tendo como ponto de partida as recomendações do Varian no seu artigo sobre modelagem) uma experiência em curso em Salvador. O objetivo é produzir resultados que subsidie fundamentação de uma nova governança dos sistemas de transportes público em Salvador que ponha fim a odiosa discriminação (espacial e social) sistêmica manifesta no referido sistema.

Por fim, estas duas trajetórias deverão ser desenvolvidas, preferencialmente, por meio de Monografias dos estudantes da graduação interessados nas questões e, aos quais nos comprometemos orientar no caso dos alunos de Economia e, a supervisionar informalmente, quando se tratar de aluno de outro curso de graduação da UFBA.

[1].https://www.facebook.com/events/1141602705912393/?ref=3&ref_newsfeed_story_type=regular&action_history=null