Beauvoir na biblioteca

Quando estou lendo textos cujo foco não é a Biblioteconomia e área afins adoro encontrar trechos que falam da relação do personagem/autor com a leitura e/ou com as bibliotecas.

Por isso fiquei bem contente (e não confirmo nem nego que rolou uma identificaçãozinha) quando encontrei a seguinte fala da Simone de Beauvoir no livro Memórias de uma moça bem comportada.

“De vez em quando, olhava os outros leitores e afundava com satisfação em minha poltrona: estava no meu lugar, entre esses eruditos, esses sábios, esses pensadores, esses pesquisadores. Não me sentia absolutamente mais rejeitada pelo meu meio: eu é que o abandonara a fim de entrar nessa sociedade de que via ali uma miniatura, e na qual comungavam através do espaço e dos séculos todos os espíritos interessados na verdade. Eu também participava desse esforço que a humanidade faz por saber, por compreender, por se exprimir. Estava empenhada num grande empreendimento coletivo e escapava para sempre da solidão. Que vitória!” ( p. 253).
Like what you read? Give Izabel com Z a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.