38 anos de doutoramentos na Universidade NOVA de Lisboa em números

Ilo Aguiar
Oct 23, 2018 · 3 min read

Atualização em 31/10/2018: após ser contactado por professores questionando alguns dados, conversei com os responsáveis pelo Repositório da Universidade NOVA (RUN) que informaram o seguinte:

“O Repositório da UNL (RUN) foi apresentado ao público em novembro de 2009. Portanto, só a partir desta altura é que a política de arquivo de teses e dissertações no RUN se aplica. Isto quer dizer que, teses anteriores a 2009, podem não estar depositadas no RUN.

Só a partir da entrada em vigor da Portaria nº 285/15 setembro 2015, é que se tornou mandatório o depósito de teses e dissertações em repositórios da rede RCAAP, defendidas a partir de 8 de agosto de 2013.

Acontece que, neste momento, as unidades orgânicas da UNL estão envolvidas num trabalho retrospetivo para cumprir com a Portaria mencionada.”

Fim da atualização. A seguir o post original.

Em 1980, a tese intitulada “Caracterização de dois novos tipos de centros ferro-enxofre em duas proteínas isoladas de bactérias redutoras de sulfato (desulfovibrio gigas NCIB 9332)” fez de Isabel Moura a primeira pessoa a obter o título de Doutor pela Universidade NOVA de Lisboa (UNL) — e a única naquele ano. Desde então, outros 1986 investigadores lograram o mesmo êxito. A seguir apresentamos alguns dados sobre os doutoramentos da UNL nesses últimos 38 anos e meio. As informações foram recolhidas a partir do Repositório da Universidade NOVA (RUN) no início de Setembro de 2018.

No gráfico acima podemos perceber o salto no número de teses defendidas a partir de 2010. Em 2009, a NOVA graduou 57 doutores, enquanto no ano seguinte foram 126. Os últimos 9 anos e meio concentram 84% de todas as teses defendidas na instituição. Apenas no primeiro semestre de 2018, 84 teses foram defendidas por alunos da UNL.

A UNL possui 9 unidades orgânicas:

Desde 1990, quando graduou o seu primeiro doutor, que a FCSH disputa com a FCT ano após ano quem concede o maior número de títulos de doutoramento na UNL. Até 2011, outras unidades orgânicas conseguiram eventualmente a vice-liderança, mas a partir 2012 há um descolamento dessas faculdades das demais, como mostra o gráfico acima.

Com 1362 teses, FCT e FCSH concentram quase 70% de todos os doutores formados na NOVA. O gráfico a seguir traz a divisão de doutores formados por departamentos em cada unidade orgânica.

Mais de 1540 professores orientaram teses na NOVA ao longo desses 38 anos. Mas o número pode ser ainda maior, uma vez que não conseguimos identificar o orientador em 80 trabalhos. Da mesma forma, alguns professores podem aparecer nos próximos gráficos com menos teses do que de fato orientaram. Isso ocorre porque o RUN não possui uma entrada única para cada professor. Por exemplo, existem teses com a orientação de Cristina Ponte, Maria Cristina Ponte, Cristina Mendes da Ponte e Maria Cristina Mendes da Ponte. Podem ser 4 professoras ou a mesma pessoa registrada de 4 formas diferentes. Por essa razão os gráficos a seguir podem não estar precisos, mas servem para termos uma ideia geral dos professores que mais supervisionaram doutorandos, de acordo com o repositório da NOVA.

Muitos professores orientam teses de diferentes unidades orgânicas, por isso alguns aparecem mais de uma vez no gráfico a seguir.

O RUN permite visualizar e realizar download da maioria das teses de doutoramentos. Entre as 10 teses com mais downloads, 6 são da FCT.

A lista com as 10 teses com mais downloads de cada unidade orgânica pode ser acessada em: FCT, FCSH, ITQB, NMS-FCM, IHMT, ENSP, NOVA SBE, NOVA Direito, NOVA IMS.

A maioria das teses de doutoramentos traz palavras-chave que ajudam o leitor a perceber mais sobre o tema daquele trabaho. Portugal, Saúde, História, Arte e Social estão entre as tags mais utilizadas.

Clique aqui para interagir com a imagem.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store