Chuva

Enquanto você esteve aqui o mundo caiu em chuva. As sementes germinaram e as raízes desabrocharam flores de diferentes tamanhos, cores e aromas. Todo o calor que havia em mim foi apagado com as geladas gotas que caíram da tua chuva e eu tinha a sensação de que estava viva; e até então eu imaginava que não seria capaz de me sentir assim. A tua chuva encheu os buracos e rachaduras que há tempos eu tentava cobrir, e graças a tua chuva eles ficaram preenchidos durante longos dias de tempestades. Então as nuvens, sopradas por meu vendaval, se afastaram e me deixaram nesse calor do inferno. As flores murcharam, as rachaduras aumentam a cada dia e está tudo vazio aqui. Lá fora não chove mais, só aqui dentro de mim, pois você me deixou vazio e eu preciso esvaziar as lágrimas de tristeza que me visitam a cada minuto.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Bels’s story.