Recomeçar

Não estamos acostumados a perder e muito menos ter noção que podemos ter de deixar coisas no passado de um dia para o outro devido a muitos acontecimentos que ocorrem em nossas vidas. Somos seres mutáveis, pessoas que vivem em busca de um objetivo sem um objetivo claro, afinal, não sabemos onde estamos e nem para onde iremos e esse lance de imprevisibilidade é bem previsível quando você para para pensar. Pessoas precisam de tempo, precisam de ter escolhas e precisam acreditar em algo para seguir adiante em algo que possivelmente não é a mesma coisa que você sempre quis. Saiba, todos são diferentes, inclusive eu e eu sei que você também e cada um precisa do seu tempo para criar felicidade, raiva, angustia, paixão, amor ou qualquer outro sentimento e é bem onde precisamos nos controlar para perdas inesperadas. Não estou falando exatamente de alguém que está ao seu lado sorrindo hoje, amanhã estar dentro de uma caixa de madeira, estou falando também daqueles que precisam dizer adeus para criar um novo começo. Acredito fielmente em que não existe um final porém uma nova chance de começar novamente e que na maioria das vezes é um história repetida ou então uma nova com alguns personagens repetidos porém com outros rostos, outros nomes e um mesmo sentimento de apego que você julgava até então algo real. Seriam partidas de fato e isso geraria uma perda? Acredito que não, apenas precisamos estar prontos e preparados para que uma perda se transforme em um novo começo, às vezes planejado por meses, outras vezes não.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.