Distribuição da produção científica dos PPGs

Em muitas áreas de avaliação da CAPES a distribuição da produção científica entre docentes, discentes e participantes externos é uma forma de visualizar como se dá a relação de coautoria dentro do programa de pós-graduação (PPG).

Muitas vezes a produção científica de um PPG está centralizada na figura do docente e com pouca coautoria dos outros pesquisadores. Com o intuito de promover uma maior divisão da carga de produção e, consequentemente, um aumento da colaboração, muitas áreas de avaliação utilizam a análise de autoria e coautoria para mensurar o quanto colaborativo é o PPG.

Cada área avalia de uma forma diferente as relações entre autoria e coautoria. Ainda assim, observa-se que em quase todas as áreas há a prática de mensurar quantas produções foram realizadas por apenas docentes, apenas discentes, apenas pelos participantes externos e também as relações entre estes papéis (docente e discente, docente com participante externo, etc) e por fim as produções que contam com a participação de todos.

Para auxiliar a compreender esta distribuição a Indeorum desenvolveu uma análise específica na ferramenta Cientum chamada “Docente-Discente”. A análise pode ser encontrada na lista de análises e está disponível para todas as contas.

Vejamos na prática como funciona a análise

O gráfico permite visualizar temporalmente a distribuição de acordo com o papel do pesquisador no PPG.

Com os dados da plataforma sucupira — importados automaticamente pelo sistema Cientum — você rapidamente consegue visualizar qual segmento de pesquisadores é o mais producente. O exemplo ao lado demonstramos a avaliação do círculo de pesquisadores e produções do PPG da Engenharia Elétrica da UFSM.

Veja que no gráfico acima, na linha azul, temos uma concentração das produções de artigos com ao menos um coautor docente, ao menos um discente e também ao menos um participante externo em cada uma das produções. Isso quer dizer que a linha azul representa uma produção em que docentes, discentes e participantes externos contribuíram juntos na sua elaboração. Posteriormente há produções em que há pelo menos um docente e um participante externo como coautores. Em terceiro lugar vemos a produção dos discentes com os docentes do PPG.

O gráfico de barras permite visualizar que há 71 produções com participação de ao menos um docente, discente e participante externo. Há também 37 produções com ao menos um docente e um participante externo como coautores e 23 produções realizadas por no mínimo um docente e um discente como coautores.

Considerando ainda os dados de 2013 a 2016 do PPG da Engenharia Elétrica podemos observá-los através de um gráfico de barras. Nessa outra forma de representação podemos visualizar que mais da metade da produção do PPG (54.2%) conta com a participação de todos os atores do PPG.

Para diversas áreas é desejado que o PPG estimule uma colaboração na qual participem ativamente docentes, participantes externos e discentes.


No Cientum é possível realizar a mesma análise da distribuição científica para qualquer grupo de pesquisa com a importação automática e rápida de qualquer programa de pós-graduação. A ferramenta também permite a mesma análise a partir dos currículos Lattes, basta importar os pesquisadores, realizar o enquadramento funcional dos currículos como docente, discente e/ou participante externo no círculo e posteriormente executar a análise como a demonstrada acima.

Gostaria de visualizar a produção qualificada com Qualis e Fator de Impacto ou compreender a distribuição da produção técnica e orientações? Conheça mais do Cientum neste vídeo.

📺https://www.youtube.com/watch?v=PGvxBxqCZV0