Suicídio


Num instante você me vê
E no outro não se vê,
Posso estar em qualquer lugar,
Posso estar atrás de você.
Se você se desesperar
Eu posso aparecer,
Pois na verdade eu já existo,
Estou dentro de você. 
Sou sua falsa vitória,
Sua errônea escapatória,
Sua última sensação
De prazer.
Destruir sua vida eu vou,
Estampado no seu coturno estou,
No fundo do seu olhar vazio
E do seu choro frio.
Sou amigo do choro,
Do caos,
Sou a paz eterna,
E juntos brindamos o seu sangue
Numa alegria fraterna.
Sou o seu medo,
Seus segredos,
Sou o seu anjo do mau,
Seu sonho negro,
Seu desejo
De um silêncio sepulcral.


Ingrid Sales ©️