A Bossa Errou

Anos atrás sonhei romance de bossa

Visceral, despido de sanidade

Convenci-me da dor necessária

“o amor só é bom se doer”

Um fardo proposto, consequência do que havia de bom em contra partida

Dias me desesperei, outros vivi de ressaca

Doído. Ferido. Contente contemplando ardor

Amando, sangramento dando verdade

Perfeito Desastre

Talvez crescido, encontrei erros

Difamações a minha romantização

A bossa está errada

A contemplação do amor há de vir sem mortes

Abstido de dor. Crescente

Leve. Me leve

Um balão só e já alçou voou.