Por um mundo com..

Por uma vida com menos dor e mais empatia; Com mais crescimento e menos imaturidades; mais amor e menos ódio; com mais presente e menos passado.

Menos saudades e mais reencontros; menos medos e mais confiança; com menos desprezos e mais elogios.

Pelos dias de menos conexão em rede e mais laços humanos; menos padrão e mais autenticidade; menos aparência e mais essência; menos desumanização e mais compaixão; menos objetificação e mais conscientização; menos preconceito e mais aceitação.

E sabe por onde começar? Menos ego e mais empatia.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Ingrid Dayling’s story.