Relações Públicas fazedores de “festinhas”?

Entre pessoas sem informação suficiente e alguns sites na internet, encontramos a “célebre” explicação para o que faz um profissional de Relações Públicas: fes-ti-nha.

Muitas vezes, a confusão se dá pela associação da profissão com promoção de eventos, o que não tornaria a definição tão simples assim, uma vez que há até cursos de pós-graduação em Eventos e Cerimoniais espalhados pelo nosso Brasil, para capacitar o profissional e torná-lo expert no assunto.

Afinal, fazemos ou não fazemos festas? Sim, fazemos, porém mais do que uma organização caseira de aniversário, que ainda assim exigiria planejamento e preparação, nós planejamos, organizamos e mensuramos resultados, desde eventos institucionais até grandes eventos em nível mundial, como copa do mundo e recepção de autoridades em nosso país. A complexidade de um evento vai muito além de só fazer “festinhas”.

A complexidade de um evento vai muito além de só fazer “festinhas”.

Um evento bem organizado, pelo profissional de Relações Públicas, promove, eleva e/ou recupera a imagem de uma instituição. Os eventos, as ‘festas’, são momentos de interação entre a instituição e seus públicos alvos que, elaboradamente, dissipa conflitos outrora levantados ou criados entre eles.

Somos profissionais de bastidores, treinados e capacitados para executar com excelência todas as etapas de um pequeno até mega evento. Nossa satisfação e sucesso profissional se tornará evidente com o sucesso e objetivo alcançados nesses eventos.


Originally published at inovarp.wordpress.com on May 7, 2015.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.