Nosso maior erro não nos define.

O que você precisa é seguir em frente.

Somos assombrados por nossos medos ligados a nossos erros do passado e aos erros que temos receio de cometer no futuro.

A questão não é o que os outros pensam mas sim o que você pensa de você. Sim, você cometeu erros. Sim, você pode ter cometido o maior erro da sua vida. Mas por mais clichê que isso possa parecer, somos humanos, somos imperfeitos. E isso não nos define.

Somos criados numa sociedade onde a perfeição deve existir, no corpo, nos gestos, no amor, na carreira, na vida.

Jossy ❤

No entanto, isso é apenas falsa realidade e aceitamos viver nisso. A grama do vizinho é sempre a mais verde, não é seca (o vizinho não deixa sua grama secar), não é queimada de sol (o vizinho coloca aquele ‘paranauês’ de água, pra ela ficar sempre brilhando).

Não se odeie pelos erros do passado, eles te fazem ser quem és. Não viva uma vida irreal, viva a sua vida, cheia de tropeços, erros, noites mal dormidas, pesadelos e dores incessantes.

Mas viva ué, você precisa parar de compensar o passado, você só precisa se adaptar e seguir em frente.

Agora só falta uma coisa: Escolha, uma vida de falsas verdades ou a realidade?

Desapegando-se do que a sociedade impõe como perfeição e percebendo as dores que possuí, e que elas são ‘normais’, a felicidade vem mais naturalmente e se torna real no seu caminho, não lá na frente, nem lá atrás, mas sim entre seus caminhos.

Não estou dizendo para parar de tentar, só pare de focar no que é ruim e que te trava e foque nas suas conquistas e no seu mundo.

Pare de focar no fracasso, no erro gigantesco, no imperfeito, pare de tentar corrigir suas escolhas, siga em frente elas te fizeram ser quem és, mais forte, mais humano e mais imperfeito.

E volto a dizer:

O seu maior erro não o define!!

Fotografia e texto: Bru Medeiros

Local: Olds Mobilia

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.