Apesar da crise, comerciantes tem expectativa de melhora econômica

Lucas Mariano

Diante desta que é considerada a maior recessão econômica no Brasil de todos os tempos muitos lojistas que sobrevivem na praça tem otimismo, por conta das transições políticas acontecidas, por conta dos vários benefícios que serão oferecido aos trabalhadores que resistem na formalidade, o PIS (Programa de Integração Social), 13° salário, restituição do imposto de renda. Com esses direitos, os lojistas esperam um aquecimento neste 2° semestre de 2016 para dar um fôlego na economia e no comércio.

Confira o que disse Anderson Salgado, Gerente da Loja Levi’s do Shopping Iguatemi Fortaleza, sobre expectativa dos lojistas:

O Produto Interno Bruto (PIB) encolheu 0,6% no segundo trimestre de 2016 em relação aos três primeiros meses do ano, segundo dados divulgados hoje (31) pelo IBGE. Assim, a recessão econômica se prolongou pelo sexto trimestre consecutivo. Apesar da queda ligeiramente mais acentuada que a do primeiro trimestre do ano — quando a economia encolheu 0,4% — a fase mais aguda da atual crise econômica parece, de fato, ter se dado no segundo trimestre de 2015 (-2,3%).

Com o desempenho do PIB dentro das expectativas, a baixíssima base de comparação e a atual tendência de desaceleração gradual do nível de preços levaram a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) a revisar de -3,5% para -3,1% sua expectativa para o desempenho do Produto Interno Bruto em 2016.

O país passa por uma grande crise econômica que pode ser entendida com o fechamento de postos de trabalho, desaceleração da indústria, perda de índices econômicos, vendas abaixo da média, desconfiança e receio por parte do consumidor, dificuldades para cobrir os custos operacionais e até fechamento de lojas. Estes são alguns dos problemas enfrentados nacionalmente e também, pelo comércio, nos mais variados segmentos. Condições que ainda devem demorar para mudar.

Like what you read? Give Integração Estácio a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.