Pequeno manual do sucesso profissional

Entre a visão clássica de Empregado e Empreendedor existe a realidade sem estereótipos, qual é a sua?

Navegando na internet hoje de manhã esbarrei com uma comparação absurda entre Empregado e Empreendedor que listava as características de cada um.

O absurdo da comparação estava em caracterizar o empregado como um preguiçoso e o empreendedor como um workaholic.

Obviamente você não vai ter sucesso profissional sendo preguiçoso, mas lamento informar que você também não vai obter sucesso profissional sendo workaholic.

Sucesso profissional envolve vários quesitos, entre eles está causar impacto na sociedade, ser admirado por seus pares, sustentar suas necessidades pessoais e ter algum excedente que você pode reinvestir no negócio e/ou em outras pessoas.

Viver só para o sustento próprio de fato causa pouco impacto e admiração, e por isso muitos se aventuram no empreendedorismo buscando preencher esse vazio, porém poucos negócios lucram o suficiente para sustentar a empresa e os caprichos pessoais.

Ser workaholic é parte do trajeto do empreendedorismo, não é o caminho do empreendedorismo, se você sempre precisa trabalhar uma quantidade exaustiva de horas é provável que seu negócio tenha diversos problemas e é hora de parar e pensar em como isso pode ser resolvido com inteligência ao invés de força bruta.

Se o seu negócio não tem problemas e você continua trabalhando exaustivamente talvez você seja ambicioso demais e esteja deixando de lado outros aspectos importantes de sua vida.

Se eu tivesse de reescrever uma lista definindo o profissional de sucesso, ela seria mais ou menos assim:

  • Trabalha a quantidade de horas necessárias para resolver um problema, não se sente culpado se trabalhou apenas 2 ou 4 horas, sabe que às vezes vai trabalhar até 24 horas sem parar por conta de problemas pontuais e procura entender o que está errado quando precisa continuamente trabalhar cerca de 12 ou mais horas por dia.
  • É polivalente, faz tudo que for necessário *
  • Evita reuniões ao máximo, tenta resolver seus problemas com conversas assíncronas.
  • Nas sextas-feiras avalia o que poderia ser melhorado para a próxima semana e prepara seu descanso para ter energia suficiente na segunda-feira. Algumas vezes o trabalho se estende até sábado mas isso não pode ser tornar rotina.
  • Parcerias são fundamentais para o sucesso de qualquer negócio, mas certifica-se de que sua empresa não é dependente demais de uma única parceria.
  • Cuida preventivamente da sua saúde com check-ups anuais e segue uma rotina com alguma atividade física e algum controle da alimentação, isso poupa uma série de dias que seriam perdidos com doenças ao longo do ano. Mas não transforma essa rotina em escravidão do corpo, excessos de vez em quando fazem bem para a alma.
  • Almoça quando tem fome, às vezes isso será às 11:00 porque acordou muito cedo, às vezes será as 14:00 porque há um problema sério para resolver, mas não deixa sua alimentação em segundo plano, é preciso energia para ser eficiente.
  • Conversa sobre as novidades do mercado *
  • Fica feliz com todos os dias da semana. Vivemos ciclos semanais, mensais e anuais, mas sua mente pode quebrar esses ciclos e iniciar mudanças ou encerrar hábitos a qualquer momento. Descansa ao finais de semana porque é quando tem a companhia dos amigos, trabalha durante os dias úteis porque é quando a sociedade funciona comercialmente, mas lembra-se que a qualquer momento pode descansar ou trabalhar conforme a necessidade.
  • Usa os feriados para repor as necessidades mais urgentes. Se estiver muito cansado, dorme, se estiver estressado passeia, se estiver com trabalho pendente coloca-o em dia. Mas separa um tempo nos feriados para meditar sobre como gostaria que sua vida fosse e o que está fazendo de diferente para mudá-la.
  • Reclama daquilo que não pode mudar, mas reserva sua reclamação para amigos mais próximos, que vão lhe oferecer um ombro sem julgamentos. Reclamar do que se pode mudar é preguiça, quebre esse ciclo. Reclamar publicamente a todo instante te dá fama de chato. Mas reclame, desabafar é preciso.
  • Problemas são uma parte importante da vida profissional, a grande maioria das pessoas vive profissionalmente para resolver o problema das outras pessoas. Entenda qual é o seu papel nesse ciclo, se você é uma vacina ou um parasita. Não tenha medo de eliminar um problema da sociedade e tenha sempre em mente que o problema que você resolve hoje pode não existir no futuro, esteja sempre atendo para os problemas alheios e compreenda como suas habilidades podem ajudar a resolver novos problemas.
  • Avanço é pesquisar, inovar e ter tempo livre para aproveitar a vida.

* Esses 2 itens marcados com asterisco foram copiados da lista original de empreendedor.

Essa lista foi escrita baseada na minha visão pessoal de sucesso, fique à vontade para reescrevê-la de acordo com as suas ambições, fazer críticas e adições, aproveite para fazer uma reflexão sobre o seu futuro e compartilhe suas ideias nos comentários!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Edney Souza’s story.