Utopia

Dormir cedo, guardar dinheiro, acordar cedo, gostar de acordar cedo. Doar sangue, cortar o cabelo, fazer a unha toda semana, não achar um saco fazer a unha toda semana. Passar hidratante todo dia, comer menos açúcar, não achar que arroz integral tem gosto de areia, gostar de praia. Gostar dos filmes do Tarantino, assistir Titanic e os jogos da próxima copa. Não ter medo se sentir dor.

Transar toda semana, tomar menos dorflex, conhecer melhor São Paulo, aprender na prática que lidar bem é diferente de ser indiferente. Ter um filho, manter um peixe vivo por mais de um mês, gostar de plantas, fazer meditação, aprender inglês(?) Não ter medo de sentir dor.

Não tomar tudo de uma vez o açaí do zé, conhecer outras baladas, aprender a beber e a beber água. Comer de três em três horas, ouvir novas músicas, fazer novas amizades, almoçar com as amizades antigas, gostar mais das festas de família. Gostar mais do natal, gostar mais do verão, tomar sol, hidratar o cabelo todo mês, depilação.

Não preferir as músicas do Chico Buarque em outras vozes, cortar a unha do gato, arrumar a cama, sair mais cedo, dizer mais eu te amo pra quem eu amo. Mandar aquele beijo pra fulano, ter paciência com o meu irmão, ler clássicos importante e não achar um porre. Tomar um porre, comprar um vestido, morar sozinha, aprender a dobrar lençol de elástico. Não ter medo de sentir dor.

Fazer o Papanicolau no mês certo, contribuir com Greenpeace, chorar, fazer uma tatuagem, aprender a dirigir, não depender de ninguém, carregar o bilhete único, aprender a costurar, me apaixonar, dizer pra ele que estou apaixonada, deixar o Decadron nasal só pra emergência, rever o conceito de emergência, ter estabilidade financeira. Não ter medo de sentir dor.

Ir numa palestra do Clóvis, comer feijão, ir ao cinema de quarta-feira, sair com o meu irmão, visitar minha vó, fazer terapia, passar uma semana sem comer carne, passar uma semana sem Internet, sobreviver uma semana sem Internet. Não odiar o Excel, gastar menos shampoo, separar o lixo reciclável, castrar a gata, parar de chorar por besteira, fazer a faculdade, terminar o livro do Cury, não ter medo de sentir dor.

Comprar uma cama maior, fazer reeducação alimentar, assistir mais filmes, dormir 8h por noite, casar, viajar todo ano, ligar na Eletropaulo, aprender algum instrumento, pular de paraquedas, aprender a virar panquecas na frigideira, me perdoar, voltar pra academia, gostar da academia, ter mais paciência, ser menos legal com gente cuzona, usar menos o twitter, não ter medo de sentir dor.

Ter o cabelo azul, comprar um Nintendo switch, aprenderc a jogar Mario, sair mais de casa, ter mais resiliência, internalizar que tudo passa, enrolar brigadeiro, mudar de emprego, trocar o sofá, depositar aquele cheque, arrumar o meu quarto, aprender a fazer pipoca, não ter medo de sentir dor.

Like what you read? Give Karin a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.