não, eu não sou cega. alimento esperanças vazias. não sei o que teus olhos me dizem. nem tudo é poesia. tu me resume porque não consegue me decifrar. tu mata quem eu sou pra me tornar menos eu e mais tu. nem tudo é poesia. terá valido a pena quando nada mais de mim sobrar e eu for somente uma cópia desgastada e incoerente de ti? mas então, porque deixas? porque sou fraca e romântica demais. nem tudo é poesia. tento olhar por trás de ti, porém não consigo. não há mais nada. não há mais vida além dessa. nem tudo é tua culpa. nem tudo é romântico. nem tudo vale a pena.

nem tudo é poesia.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.