(Despe)daçar

Cores dançantes- Fabian Oefner

Entre silêncio e música, moram os humanos.
Ali sentados.entre planilhas, análises.garranchos e emoção.
Vontades desaparecidas em espirais de repetição

Uns despem-se de ideias, mas ela despia matéria.
Porque enquanto ideias tocavam o papel com segurança, firmes
cabelos voavam pela sala, depois pele, músculos

um corpo, despido de seu corpo
agora, era uma chama
em pouco, causaria um incêndio

Ele anotava o que restava pra anotar
e já escorriam pedaços pelo papel.
A força dela era tanta, que o despedaçou, em milhares de dados

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.