Naquele dia

todo mundo sumiu

a gente foi embora junto

eu corri pra me salvar daquela tempestade

fui parar debaixo do seu guarda-chuva

no dia seguinte, percebi que comprara a poltrona vizinha à sua no teatro

no cinema, ou no avião

acabei te encontrando no ponto de ônibus

pra esperar aquele que nunca passava

cruzamos olhares ao vigiar nossos filhos na pracinha

você resolveu aprender a surfar e me encontrou boiando em alto-mar

te vi de longe no casamento da sua prima

e nossos gritos se misturaram no jogo de futebol que a gente resolveu assistir na casa de alguém-

que eu nem sabia que você conhecia

e naquela festa, você me viu dançar

e eu te vi rindo pra outra pessoa na sua roda de amigos

todo mundo sumiu

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Isa Freire’s story.