lista

O cara que assobiou para mim na rua. O motoqueiro que me perseguiu por duas quadras. O tio que enfiou os dedos na vagina da minha amiga. O cara que me chamou de gostosa na rodoviária. O vereador que me olhava com malícia toda vez que eu o entrevistava. O cara que fez som de sugar quando eu passei por ele no bar. O professor que deu carona com segundas intenções para aquela menina lá. O cara do aplicativo que estuprou uma amiga. O professor que me chamava de lindinha. O tio que passava a mão na minha amiga e na prima dela. O cara que arrasta a namorada depois que ela caiu no chão. O professor de química que reprovou minha mãe porque ela não quis sair com ele. O cara que me agarrou na balada. O taxista que ficou horas e horas contando a vida dele e não me deixou sair do carro. O professor que disse “ou dá ou desce” para um amigo. O amigo que continuou tirando a calça da menina mesmo depois dela dizer não. O caminhoneiro que me chamou de gostosa. O cara que estuprou minha amiga numa rua deserta em São Paulo. O professor que fazia massagem no meu pescoço. O cara que deu um mata-leão e arrastou minha amiga na balada. O cara da NET que me deu um beijo no rosto. O melhor amigo que estuprou a melhor amiga nos fundos da loja. O professor que deu um beijo na minha testa. O cara que gozou na boca da minha amiga sem ela deixar. O professor que queria pagar bebida para a aluna. O amigo da família que passou a mão nos peitos da minha amiga de 10 anos. O cara que achava que eu era uma boneca inflável. O cara que tentou passar a mão na vagina de uma menina na festa do pijama. O cara se masturbando no ônibus ao lado da minha amiga de 13 anos. O veterano que estuprou uma caloura. O professor que faz piada de bater na esposa em uma sala de aula cheia. O cara que fazia gestos obscenos para minha amiga de 15 anos. O cara que passou a mão na bunda da minha amiga na padaria. O professor que ficava olhando nossa bunda nos shorts apertados da escola. O cara que fazia plantão na porta da casa da minha amiga. O cara que passou a mão nas minhas costas num vestido frente única na festa. O professor que perseguia alunas. O mototaxista que tentou me levar para uma rua escura. O cara que fez minha amiga tentar se matar. O cara que fez minha tia saltar de um veículo em movimento. O cara que trancou minha amiga no carro. O cara que dizia que se matava se terminassem com ele. O goleiro que assassinou a ex-namorada. O assassino que matou a atual a marteladas. O motorista do Uber que estuprou a escritora. O estuprador que gozou no pescoço da menina no ônibus na Paulista.

Essa lista é colaborativa, porque ela não é só minha. Infelizmente. Compartilhem. Adicionem casos. Estupro e feminicídio não ocorrem apenas em becos escuros. #NiUnaAMenos #MeuMotoristaAbusador
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.