Os traços dos teus beijos

Compilados nos abraços

Complicados e os eixos

Do acaso e do descaso

Fazem voz onde não há

Mais silêncio para calar

E tua casa triste

Tua morada lúgubre

A casa onde eu disse

Que o destino nos une

Cai sobre você num susto

Dizendo que é impune

E você, tão cheio de desfechos

Olha pra mim com olhos de desejo

Esperando que um dia

Eu refaça teus trechos

E cale teus escombros

Com o silêncio

Dos nossos beijos

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.