Nando Yamacita, 19 anos: “o esporte forma nosso caráter”

Ele só tem 19 anos e é uma das promessas do tênis brasileiro. Conheça a história do Nando Yamacita.

Nando joga tênis desde os 4 anos de idade por influência do pai, que também praticava o esporte. Conhecido como Nando, o jovem tenista nasceu em Londrina, no Paraná, e foi para São Paulo com apenas 13 anos em busca do seu sonho.

Apesar do amadurecimento precoce, ele lembra que o processo não foi nada fácil: “nunca tinha feito comida nem lavado roupa ou limpado a casa e tive que aprender a fazer isso e a conviver com pessoas bem diferentes de mim”.

Yamacita conta ainda que o tênis, apesar de ter retirado a proximidade da família e dos amigos de infância quando foi para a capital paulista, deu a ele muitos novos amigos e experiências positivas.

“Hoje falo espanhol fluente sem nunca ter entrado em uma sala de aula”, ressalta Nando, que aprendeu o novo idioma nos diversos torneios que disputou pela América Latina.

Nando comenta também sobre o preço da busca por esse sonho. Ele afirma ter consciência da recompensa por todo o seu esforço e sonha grande.

O atleta concilia a vida esportiva com o curso de Administração. Mesmo com a rotina intensa de treinamentos e torneios, ele procura se planejar para não deixar de entregar as atividades da faculdade. Nando destaca o papel da pedagoga que acompanha ele e seus colegas no Instituto Tênis, centro de treinamento patrocinado pelo Itaú, nesse processo: “o Instituto Tênis me deu a oportunidade de continuar sonhando em ser um tenista profissional”.

Em 2015, teve um ano duro, pois ficou praticamente a temporada inteira se recuperando de pequenas lesões. Por isso, a importância de um time de profissionais bem capacitados. “O projeto me oferece toda a estrutura de treinamento e alojamento, contando com profissionais da área da psicologia, nutrição, preparação física, pedagogia e fisioterapia”, finaliza Nando.

Já em 2017, Yamacita terá a oportunidade de estar perto de grandes nomes do tênis mundial. Ele estará no Rio Open como sparring, atleta que ajuda no aquecimento dos participantes da competição. “Essa experiência ajudará a elevar meu nível e a me preparar melhor para os meus próximos torneios”, conta com empolgação.

Nando, que tem o brasileiro Guga e o suíço Roger Federer como ídolos, compartilha que o tênis trouxe muitos ensinamentos para a vida dele: “aprendi a respeitar hierarquias e adversários, lutar pelos meus sonhos, dedicar-me com muita vontade em tudo que vou fazer, ter metas e objetivos claros bem definidos e saber que quando eu quero, eu posso”.

“O esporte forma nosso caráter. Traz valores que são essenciais para a nossa sociedade e que nos transformam em cidadãos”, completa.

- — -

O tênis muda as pessoas e as pessoas mudam o mundo, por isso o Itaú é patrocinador oficial do Rio Open 2017.

E você, o que achou da trajetória do Nando? Conheça essa e outras histórias do Rio Open 2017 na nossa cobertura no Instagram @itau.

Like what you read? Give Itaú a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.