Ser Especialista ou Generalista em Tecnologia?

Quando pensamos na nossa carreira e no nosso desenvolvimento, algumas questões têm de ser levantadas.

Qual área seguir, se devemos focar em uma tecnologia especifica, se devemos nos tornar generalistas e por aí vai.

No ínicio da minha carreira, lá quando eu comecei a programar, tinha uma idéia fixa na cabeça: Serei arquiteto Java.

Estudei muito Java durante quando tinha por volta de 16 anos e duarnte todo o periodo da faculdade.

Profissionalmente falando, minha carreira inteira até o momento foi focada em .NET

O ponto chave aqui não é em qual tecnologia focar, e sim em como trilhar seu desenvolvimento.

E hoje vamos falar do Modelo em T.


Mas o que é o Modelo em T?

Modelo em T ou Modelo Guarda-Chuva é uma maneira de desenvolver seus skills.

Vamos pensar na estrutura de um guarda-chuva…

Um guarda-chuva é composto por um cabo aonde seguramos e por várias hastes responsáveis por fixar o tecido que nos protege da chuva.

Tá, falamos de guarda-chuva… Mas o que isso tem relação com desenvolver habilidades?

Vamos pensar que o cabo do guarda-chuva é a área em que vamos nos tornar especialistas.

No meu caso, o meu “cabo” é .NET

E cada uma das hastes que suporta o guarda-chuva representa uma habilidade diferente.

Seguindo ainda com exemplos meus, minhas “hastes” são: Javascript, Java, MongoDB, NodeJS, Jenkins, entre outros.

E por quê esse approach é melhor (no meu ponto de vista) do que se tornar um especialista ou generalista?

Especialista

Quando você tem um profundo conhecimento em determinada área, podem acontecer duas coisas com você: você ser extremamente recompensado por sua habilidade enquanto a área que você escolheu tiver uma alta demanda ou você ficar a mercê de somente uma tecnologia e caso ela se torne obsoleta e grande parte do seu valor se perder nessa área em específico.

Generalista

Quando você escolhe se tornar um generalista, você se torna muito requisitado, pois consegue se desdobrar em várias áreas, ou seja, você ganha valor pela sua flexibilidade em relação a suas habilidades.

Porém, quando aparecer um desafio ou oportunidade que necessite de um skill mais aprofundado, você não terá tanta visibilidade, o que pode acabar atrapalhando no seu crescimento profissional.

Agora o Modelo em T

Quando você tem um vasto conhecimento sobre uma tecnologia em específico, você se torna referência naquilo em que trabalha, sendo assim, seu valor aumenta gradativamente com o tempo.

E ao ter outras habilidades, se torna útil também para resolver outros tipos de problemas, com o plus de que você consegue associar conceitos daquilo em que você é bom para o aprendizado mais rápido dessas outras habilidades.

Seu valor cresce, seu nome será mais citado dentro do seu ambiente de trabalho e consequentemente você será mais reconhecido


Claro que nem tudo não são flores…

Para seguir esse modelo, acredito que algumas habilidades e mentalidades devem existir:

1. Aprendizado rápido

2. Sede de conhecimento

3. Estar antenado no que há de novo em relação a tecnologias

4. Ter visão do que pode agregar mais valor já baseado no conhecimento que você possui

5. Estudar sem esperar uma recompensa imediata por isso


Conclusão

Esse é um conceito que junta os dois mundos (generalista e especialista) e que tem um grande impacto em como levamos a nossa carreira.

Ela é mais difícil e exige um esforço enorme de você. Mas em T.I. você realmente tem que gostar, senão acaba ficando na média, e não é isso que queremos… Se for para fazer algo, que façamos com paixão, senão acaba só sendo perda de tempo.


Call to Action

Me siga nas redes sociais para continuarmos a conversa e para receber meus artigos mais atualizados.

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/itiroinazawa/

Github: https://github.com/itiroinazawa

Facebook: https://www.facebook.com/itiro.inazawa