Eu sonhei com duas garotas que se encontraram num mundo de desencontros e fizeram de cada sonho uma amizade. Sonhei com tudo aquilo que as desunia e percebi que tão grande eram os problemas quanto a vontade de se terem.

O tempo corria como quem precisa viver e sentir o vento por seus cabelos, mas aquilo era rápido demais. E cada segundo que o tempo passava era um ano a mais ou um ano a menos. E o tempo, ele corria. Ele as separava e unia, parecia sempre incerto de lhes conceder a permissão de viverem juntas, mas elas nunca a pediram.

O tempo continuou a seguir sua estrada infinita e os cabelos uma vez compridos se tornaram curtos e roxos, curtos e loiros. Tudo mudou e ao mesmo tempo nada mudou. Porque mesmo que a crueldade do tempo temessem em as deixar separada, não tinha sido ele o laço que as unia e sim o amor e a vontade de se terem, de serem e de se sentirem.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Pink Poison’s story.